Twitter vai consultar usuários sobre o que fazer com contas de políticos

Consulta pública pode mudar políticas internas da rede social em como lidar com contas de líderes nacionais

O Twitter vai consultar os usuários sobre o que deve fazer e como deve lidar com as contas de políticos e líderes mundiais na plataforma. A ideia é entender se os usuários acreditam que políticos devem estar submetidos às mesmas regras que os demais usuários.

"Queremos ouvir o feedback das pessoas para saber se elas acreditam que líderes devem ou não estar sujeitos às mesmas regras que todo mundo que está no Twitter. E, no caso de violações, quais tipos de medidas seriam mais apropriados para eles", afirmou a rede social em publicação no blog da empresa.

A partir desta sexta-feira, 19, o Twitter irá disponibilizar uma pesquisa pública para levantar as discussões sobre o assunto. A pesquisa estará disponível em 14 idiomas, incluindo o português. A consulta vai até 12 de abril.

Uma revisão da política de líderes mundiais, que existe desde 2019 na plataforma, contará com as considerações feitas pelos usuários, além de organizações civis, acadêmicos e especialistas em direitos humanos.

Perfis e debate políticos costumam ser bastante ativos no Twitter e a plataforma têm políticas próprias para lidar com eles. Este ano, durante a substituição de gestão da Casa Branca, por exemplo, diversos perfis foram criados especificamente para a nova gestão do governo americano.

No início do ano, a política de contas de autoridades do Twitter ficou em evidência após a invasão do Capitólio dos Estados Unidos. O comportamento do então presidente Donald Trump violou regras e usuários pediram pela suspensão das contas dele, o que de fato aconteceu nos dias seguintes.

Trump já havia violado regras em outros momentos e teve tweets marcados pela plataforma, que mantinha as publicações por afirmar ser de interesse público ver e checar o que políticos publicam.

Mudanças na manutenção desse tipo de regra é o que o Twitter que discutir com usuários e especialistas, para trazer uma versão mais alinhada da política de contas de líderes.

 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.