Twitter segue WhatsApp e testará mensagens diretas em áudio no Brasil

O Brasil será o primeiro país a receber o teste da nova ferramenta da rede social

A exemplo de aplicativos de mensagens como o WhatsApp, o Twitter vai adicionar uma nova ferramenta nas mensagens diretas da rede social. Futuramente, os usuários poderão conversar por mensagens de voz, tanto em conversas particulares como nas em grupos.

Alex Ackerman-Greenberg, gerente de produto do Twitter, disse ao The Verge que o Brasil será o primeiro país a receber o teste da nova função. De acordo com ele, é uma forma de as pessoas poderem ter mais de um jeito de se expressar na rede social — embora as palavras sejam a marca registrada do Twitter.

Assim como nos tuítes que permitiam mensagens de voz, o botão da ferramenta será o mesmo tanto para gravar como para pausar, com a intenção de ser intuitivo e simples. Também haverá a opção de denunciar os áudios — assim como acontece em tuítes escritos.

Embora a recepção dos tuítes com áudios tenha sido negativa, a empresa reconhece que deveria ter consultado a opinião dos usuários — assim como fez com os Fleets, que é a sua versão dos Stories do Instagram.

Outras redes sociais, como o Facebook e o Instagram, já permitem o envio de mensagens de voz por conversas particulares. Dantley Davis, chefe de design da plataforma, disse que a acessibilidade é o foco das novas ferramentas. "Também mudamos nosso processo de desenvolvimento de produto, para que a acessibilidade seja sempre considerada durante a conceituação dos recursos", disse Davis para o site Protocol

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.