Tepco pede ao Estado japonês ajuda de 9,6 bilhões de dólares

A TEPCO justificou o pedido dizendo que esse dinheiro será destinado a indenizar as pessoas e as empresas pelos danos morais e materiais sofridos

A companhia de eletricidade Tokyo Electric Power (TEPCO), administradora da central nuclear acidentada de Fukushima, solicitou ao Estado japonês uma ajuda de 9,5 trilhões de ienes (cerca de 9,6 bilhões de dólares) para indenizar as vítimas da tragédia, indicou um comunicado da empresa.

A TEPCO justificou o pedido dizendo que esse dinheiro será destinado a indenizar as pessoas e as empresas pelos danos morais e materiais sofridos.

Trata-se da sexta vez que a TEPCO solicita fundos ao Estado, que depois da tragédia de 2001 se converteu no principal acionário da empresa.

Desde o acidente e levando-se em conta a soma anunciada nesta sexta-feira, o Estado japonês forneceu à TEPCO mais de 45 bilhões de dólares para indenizar as vítimas.

O acidente de Fukushima Daiichi (220 km a nordeste de Tóquio) constituiu a pior tragédia nuclear desde a de Chernobyl, na Ucrânia, em 1986.

Cerca de 160.000 pessoas abandonaram as áreas próximas ao complexo da central nuclear de Fukushima e uma grande parte nunca poderá voltar para casa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.