• AALR3 R$ 20,06 1.88
  • AAPL34 R$ 70,18 -4.39
  • ABCB4 R$ 16,60 -1.95
  • ABEV3 R$ 14,20 -3.60
  • AERI3 R$ 3,78 -2.83
  • AESB3 R$ 10,66 -1.39
  • AGRO3 R$ 30,75 -2.81
  • ALPA4 R$ 20,98 -2.37
  • ALSO3 R$ 19,47 -3.23
  • ALUP11 R$ 26,41 0.19
  • AMAR3 R$ 2,38 -2.46
  • AMBP3 R$ 30,90 1.95
  • AMER3 R$ 22,96 -0.26
  • AMZO34 R$ 67,68 -6.44
  • ANIM3 R$ 5,52 -3.33
  • ARZZ3 R$ 82,09 -0.82
  • ASAI3 R$ 15,48 -2.21
  • AZUL4 R$ 21,30 -4.01
  • B3SA3 R$ 11,54 -3.03
  • BBAS3 R$ 35,85 -1.59
  • AALR3 R$ 20,06 1.88
  • AAPL34 R$ 70,18 -4.39
  • ABCB4 R$ 16,60 -1.95
  • ABEV3 R$ 14,20 -3.60
  • AERI3 R$ 3,78 -2.83
  • AESB3 R$ 10,66 -1.39
  • AGRO3 R$ 30,75 -2.81
  • ALPA4 R$ 20,98 -2.37
  • ALSO3 R$ 19,47 -3.23
  • ALUP11 R$ 26,41 0.19
  • AMAR3 R$ 2,38 -2.46
  • AMBP3 R$ 30,90 1.95
  • AMER3 R$ 22,96 -0.26
  • AMZO34 R$ 67,68 -6.44
  • ANIM3 R$ 5,52 -3.33
  • ARZZ3 R$ 82,09 -0.82
  • ASAI3 R$ 15,48 -2.21
  • AZUL4 R$ 21,30 -4.01
  • B3SA3 R$ 11,54 -3.03
  • BBAS3 R$ 35,85 -1.59
Abra sua conta no BTG

TikToker norte-coreano? Perfil no app mostra dia a dia na Coreia do Norte

Com vídeos que indicam serem gravados por um cidadão comum, os posts no aplicativo proibido naquele país dão conta do cotidiano da capital Pyongyang
 (Reuters/Jonathan Ernst/File Photo)
(Reuters/Jonathan Ernst/File Photo)
Por André LopesPublicado em 11/11/2021 17:09 | Última atualização em 15/11/2021 18:49Tempo de Leitura: 2 min de leitura

"Tudo sobre a Coreia do Norte". A frase é a única descrição do perfil no TikTok @love21004, de 90 mil seguidores, e que já soma mais de 50 publicações. Mas não se trata de um perfil de curiosidades como outros tantos da rede social de vídeo. Nesta conta, os vídeos mostram, sobretudo, cenas in loco do dia a dia dos moradores de Pyongyang, a capital do país comunista.

Com uma rápida olhada é possível notar que algumas das gravações são feitas às escondidas, como se quem as fizesse estivesse ciente de que divulgar cenas assim pode não ser um bom negócio no país comandando por Kim Jong-un.

Outras parecem ser de cunho publicitário, e mostram atrações turísticas e principalmente da parte mais abonada da sociedade norte-coreana. No geral, os posts dão conta da rotina no transporte público, das escolas e centros comunitários, além de festivais e de aparelhos smartphones e carros de luxo, itens exclusivos por lá.

@love21004

평양의 여름#northkorea #추천 #북한 #北朝鲜 #평양

♬ LUV - Apink

A primeira postagem data de julho de 2020, e as legendas, publicadas em coreano, descrevem somente o momento, sem muitos detalhes. Não há informações sobre a conta ser uma iniciativa do governo e nem se o 'tiktoker' trabalha como funcionário público, apesar de ser notável que ele participa de camadas sociais mais privilegiadas.

Contudo, apesar das cenas amenas, a Coreia do Norte segue em um péssimo momento econômico. Os alertas vêm tanto de dentro quanto de fora da península. Segundo desertores, que vivem na vizinha Coreia do Sul, famílias inteiras no Norte estão passando fome. Com a aproximação do inverno, no fim do ano, existe a preocupação de que os mais vulneráveis ​​morram de inanição.

A fronteira permanece fechada desde janeiro do ano passado para evitar a propagação da covid-19 vinda da China e não existem informações sobre o programa vacinal do país.

Há uma dura repressão quanto a divulgações do andamento das questões internas e qualquer pessoa flagrada com um telefone celular não autorizado, por exemplo, pode ser enviada a um campo de trabalho forçado. Mesmo assim, o 'tiktoker norte-coreano' parece não se preocupar com tal represália.