Novo bilhete único de SP não carrega em máquina

Bilhete Único Mensal ainda não pode ser carregado em pontos de autoatendimento eletrônico e lotéricas

Lançado no sábado, 30, pela Prefeitura de São Paulo, o Bilhete Único Mensal ainda não pode ser carregado em pontos de autoatendimento eletrônico e lotéricas, levando mais gente para as filas dos guichês das estações do metrô e dos postos da São Paulo Transporte (SPTrans).

A SPTrans, que gerencia o sistema de coletivos da capital paulista, não sabe quando os créditos poderão ser comprados nas máquinas. A SPTrans afirmou que, "neste primeiro momento, está priorizando a recarga desses novos bilhetes nas vendas assistidas, que também contemplam os pontos de estabelecimentos comerciais".

Até a tarde de ontem, quinta-feira, 5, 165 mil passageiros já haviam se cadastrado, dos quais 32 mil retiraram os cartões nos postos escolhidos na hora da inscrição no programa. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.