Tecnologia

Microsoft está desenvolvendo relógio inteligente, diz WSJ

De acordo com Wall Street Journal, empresa solicitou a fornecedores o envio de peças para um possível relógio inteligente que estaria desenvolvendo


	De acordo com the New York Times, protótipo de relógio inteligente em testes na Apple tem design curvo e é feito em vidro
 (Esben Oxholm)

De acordo com the New York Times, protótipo de relógio inteligente em testes na Apple tem design curvo e é feito em vidro (Esben Oxholm)

Gabriela Ruic

Gabriela Ruic

Publicado em 15 de abril de 2013 às 11h42.

São Paulo – A categoria de relógios inteligentes, a nova grande tendência em tecnologia que deve, em breve, invadir o mercado, parece ter ganhado mais uma adepta, a Microsoft. De acordo com informações do jornal Wall Street Journal (WSJ), publicadas nesta manhã, a empresa estaria trabalhando no desenvolvimento do gadget.

Segundo a publicação, fontes próximas aos executivos da Microsoft informaram que a empresa solicitou a fornecedores asiáticos o envio de componentes para um potencial relógio inteligente. A categoria está na mira das maiores empresa de tecnologia, apesar de já contar com exemplos de produtos disponíveis no mercado, como a pulseira Nike Fuelband e o SmartWatch da Sony.

De acordo com números recentes da consultoria Gartner, a previsão é que gadgets eletrônicos “para vestir” se transformem em uma indústria de 10 bilhões de dólares até 2016. “Vemos uma crescente demanda por estes dispositivos, uma vez que os smartphones tornaram-se grandes demais para serem carregados”, disse ao WSJ a analista Wanli Wang, da consultoria RBS.

Concorrência acirrada

Ao que tudo indica, portanto, a Microsoft parece ter entrado no time de nomes como Apple, Samsung, LG e Google que estariam por dentro da tendência “computação para vestir” (‘wearable devices’), da qual o Google Glass, óculos de realidade aumentada do Google, também é parte.

A Apple é, há meses, alvo de rumores de que a empresa já estaria testando protótipos do que vem sendo chamado de iWatch. Segundo uma reportagem recente do The New York Times (NYT), o gadget da maçã será produzido em vidro, terá um design curvo e irá operar com base no sistema operacional da Apple, o iOS. A empresa não confirma, mas, de acordo com o NYT, a fonte responsável pelas informações é “familiar aos planos da maçã”.

Mas enquanto a Apple não dá pistas sobre o gadget, sua maior rival, a Samsung, se manifestou de maneira “oficial” em relação aos boatos de lançamento de um relógio inteligente. Em março, o vice-presidente de negócios móveis da fabricante confirmou que a empresa, de fato, desenvolve um modelo de relógio inteligente. O possível “Galaxy Watch” foi ainda definido pelo executivo como um “produto do futuro”. 

Acompanhe tudo sobre:Apple WatchEmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaGadgetsIndústria eletroeletrônicaMicrosoftRelógios inteligentesRumores techTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

Como tirar foto da Lua com o celular

Serviços sofrem com assinante "nômade" de streaming

No balanço do Spotify, o ritmo é de crescimento de usuários e assinantes premium

Amazon encerra primeira operação drones de entregas, mas promete o serviço para novos locais nos EUA

Mais na Exame