Facebook se prepara para receber "likes" em Wall Street

Rede social, que conta cerca de 800 milhões de usuários, está próxima de anunciar IPO bilionário

São Paulo – O Facebook esta prestes a registrar bilhões de “Likes” em Wall Street. A companhia deve, em breve, apresentar o pedido de oferta pública de ações, num processo que pode render a rede social entre 5 e 10 bilhões de dólares.

E o que começou como uma brincadeira despretensiosa de um grupo de amigos, reunidos em dormitório da prestigiada Harvard, pode se tornar o maior IPO da história do setor de tecnologia. Bem maior que a oferta do Google, que captou 2 bilhões de dólares em 2004.

A rede social foi oficialmente lançada em fevereiro de 2004 com a adesão restrita aos alunos da própria Harvard. Desenvolvido por Mark Zuckerberg e um grupo de amigos, que na época incluía o brasileiro Eduardo Saverin, o Facebook logo caiu no gosto dos universitários e a expansão era uma questão de tempo.

Desde o primeiro dia de elaboração da rede social, Zuckerberg foi claro com relação aos motivos que o levaram a desenvolver o projeto. “Fundamos o FB com base na ideia de que as pessoas querem compartilhar sua vida e também desejam se conectar umas as outras”, disse no blog oficial da empresa. E parece que a visão do jovem estava correta.

Apenas quatro meses depois do lançamento, outras três grandes universidades americanas passaram a fazer parte da rede, que atingiu a marca de 1 milhão de usuários ainda em  2004. A partir do ano seguinte, dezenas de instituições de ensino de diversos países aderiram ao Facebook.

O resultado desta popularização são estatísticas impressionantes. De acordo com números da empresa, a rede conta hoje com mais de 800 milhões de usuários únicos, dos quais 80% residem fora dos Estados Unidos, e se comuniam em 70 idiomas diferentes. Tais usuários são responsáveis pelo carregamento de 250 milhões de imagens por dia para os servidores da rede.

A chegada do Facebook à bolsa de valores é um dos eventos mais aguardados do mercado financeiro. A empresa deve apresentar ainda hoje os documentos para ao órgão que regulamenta o mercado americano, que irá analisar e a aprovar a papelada nos próximos meses. Caso a projeção de captação da rede se confirme, o valor de mercado do Facebook pode atingir os 100 bilhões de dólares.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.