Facebook começa a integrar Instagram e Messenger

A novidade é um teste que pode ajudar o Facebook a competir contra o iMessage, usado em iPhones da Apple

O americano Facebook começou a unir os aplicativos Instagram e Messenger. Em uma nova atualização dos apps para celulares com sistema operacional Android e iPhones, o ícone de mensagens com formato de avião de papel no Instagram começou a ser trocado para o ícone do Messenger. Segundo o Facebook, trata-se de um teste.

Um aviso aparece na tela de quem já tem os aplicativos atualizados: "Há uma nova forma de mandar mensagens no Instagram", diz o comunicado. A novidade foi reportada pelo site americano de tecnologia The Verge.

No entanto, pelo menos por enquanto, não é possível enviar mensagens para usuários do Facebook por meio do Instagram.

A medida do Facebook pode ser forma de fazer frente ao iMessage, da Apple, que permite a troca de mensagens gratuita entre usuários de iPhone. Diferentemente do que acontece no Brasil, o WhatsApp não é tão popular nos Estados Unidos quanto é no Brasil, onde é o app mais usado do país.

O Facebook é dono do Instagram desde 2012, quando pagou 1 bilhão de dólares pela empresa. Hoje, o app está entre os mais populares do mundo. São mais de 1 bilhão de usuários globalmente e 91 milhões só no Brasil.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.