Este smartphone quase fez a Apple parar de vender o iPhone

Fabricante chinesa tem investimento do Baidu, segundo o Wall Street Journal

São Paulo – Fora da China, poucos conhecem a Shenzhen Baili Marketing Service Co, uma fabricante de smartphones. No entanto, ela foi a responsável pela breve suspensão das vendas dos iPhones 6 e 6 Plus no país durante algumas horas em maio, de acordo com uma reportagem da Bloomberg, publicada na última sexta-feira (17). 

O Departamento de Propriedade Intelectual de Pequim deu vitória para Shenzhen Baili em uma disputa de patente de design. A acusação é que a Apple teria infringido patentes ao criar os modelos 6 e 6 Plus do iPhone e, por isso, as vendas deveriam ser suspensas. Porém, a marca americana recorreu da decisão e os aparelhos continuam à venda na China. O país é o maior mercado da Apple fora dos Estados Unidos. 

O site CRI fez um breve comparativo dos smartphones, destacando as diferenças visuais mais aparentes nos dois produtos. Veja abaixo. 

Reprodução/CRI

De acordo com o Wall Street Journal, "Shenzhen Baili" pode ser um outro nome para a Digione, uma startup de fabricação de smartphones similar à Xiaomi. Segundo fontes de jornal, o Baidu, conhecido como Google da China, é um dos grandes investidores da empresa desde 2013.  

Não é a primeira briga judicial da Apple por patentes na China. A companhia teve que pagar 60 milhões de dólares para obter a marca iPad no país e há também uma batalha contra uma empresa que faz cadernos, bolsas e carteiras com o nome IPHONE.

No Brasil, a Apple ainda luta contra a Gradiente, que detém o nome da marca iPhone e chegou até a lançar smartphones com esse nome por aqui. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.