Tecnologia

Depois de ataque direto do Instagram, Snapchat mira TikTok

Com as proibições que estão afetando o TikTok, pode ser a hora ideal para outros aplicativos subirem de volta ao topo. Será que agora vai?

Snapchat: será que aplicativo vai conseguir voltar com tudo? (Phil Barker/Future Publishing/Getty Images)

Snapchat: será que aplicativo vai conseguir voltar com tudo? (Phil Barker/Future Publishing/Getty Images)

Tamires Vitorio

Tamires Vitorio

Publicado em 14 de julho de 2020 às 10h24.

O ano era 2015. Todos os jovens da internet (e outros nem tanto assim) utilizavam o aplicativo de fotos instântaneas Snapchat para compartilhar seus momentos com amigos e seguidores. Depois de uma investida pesada por parte de Mark Zuckerberg, que fez uma oferta para comprar o app, o destino do Snap parecia um tanto quanto nublado. Foi então que, em 2016, o Instagram lançou a opção dos "stories", que rapidamente ganhou a aderência dos usuários --- e fez a base do fantasminha de fundo amarelo cair.

Depois de ser fortemente impactado por outras redes sociais, o "inimigo" do Snapchat agora é outro: o chinês TikTok. Febre entre os adolescentes, o app de vídeos tem mais de 800 milhões de usuários e vem enfrentando fortes restrições em países como a Índia e está sendo ameaçado pelo governo americano. E é com ele que o Snap, que tem 229 milhões de usuários, quer "brigar".

A empresa confirmou que está testando uma nova função que vai permitir que os usuários movimentem os conteúdos verticalmente dentro do app, bem como no TikTok. Segundo o site Xda-Developers, voltado para desenvolvedores, a ideia do Snapchat é "explorar formatos diferentes, imersivos e visuais". A versão está, ainda, em fase de testes.

Por enquanto, a atualização valerá somente para a aba "discover" do aplicativo e não afetará os vídeos e fotos enviados por seus amigos.

A empresária e ex-bilionária Kylie Jenner, por exemplo, com apenas um tuite foi capaz de derrubar as ações do Snapchat. À época, a mais jovem do clã-Kardashian-Jenner escreveu em seu perfil no Twitter "então mais alguém parou de abrir o Snapchat? Ou sou apenas eu… isto é tão triste". Em 2018, apenas 140 caracteres conseguiram tirar 1,3 bilhão de dólares em valor de mercado da empresa que controla o aplicativo.

Com as proibições que estão afetando o TikTok (que vão além de Jenner), pode ser a hora ideal para outros aplicativos subirem de volta ao topo. Será que vai dar certo?

Acompanhe tudo sobre:AppsApps AndroidApps para iPhoneInstagramSnapchatTikTokVídeos

Mais de Tecnologia

IBM Consulting troca gerente geral para renovar foco em projetos de inteligência artificial

Tecnologia vira aliada no cuidado de idosos na China

Ciberataques causam colapso em hospitais do Reino Unido

Oracle encerra negócio de publicidade após queda de receita

Mais na Exame