Crise à vista? Samsung reduz produção de smartphones para 2022

A fabricante sul-coreana estipulou um corte de 30 milhões de aparelhos, incluindo o carro-chefe Galaxy S22
 (Wang Gang / Costfoto/Future Publishing/Getty Images)
(Wang Gang / Costfoto/Future Publishing/Getty Images)
D
Da redaçãoPublicado em 29/05/2022 às 10:38.

Depois de enfrentar a escassez de componentes eletrônicos e os impactos da guerra na Ucrânia, a Samsung estipulou um corte de 30 milhões de smartphones nas linhas de produção de 2022, atingindo até mesmo o carro-chefe da marca, o Samsung Galaxy S22.

Segundo o site SamMobile, a decisão parte da falta de interesse dos consumidores em trocar os smartphones atuais por novos com preços elevados por conta da inflação mundial.

A empresa planejava produzir 300 milhões de smartphones em 2022, porque ainda não atingiu essa meta após 2017, mas optou pela retração na fabricação.

Mas a Samsung não é a única esperando por uma crise. A Apple também trabalha com a estagnação nas vendas e quer reduzir o número de telefones, como já aconteceu no ano passado.

Segundo o SamMobile, a empresa está cortando a produção do iPhone SE em 20%.