Tecnologia

Como nunca mais ser monitorado sem saber no iPhone

O sistema operacional do smartphone da Apple permite facilmente revisar suas permissões de acesso a dados e revogar ou conceder o acesso a aplicativos de terceiros, como o Facebook

iPhone: o sistema operacional do aparelho da Apple ganhou mais recursos para privacidade dos usuários (Don Arnold/WireImage/Getty Images)

iPhone: o sistema operacional do aparelho da Apple ganhou mais recursos para privacidade dos usuários (Don Arnold/WireImage/Getty Images)

Lucas Agrela

Lucas Agrela

Publicado em 26 de abril de 2021 às 14h15.

Última atualização em 26 de abril de 2021 às 15h23.

A privacidade é uma tendência global que ganhou força desde que entrou em vigor a lei geral de proteção de dados da União Europeia, requerendo o consentimento específico para o uso de informações dos usuários de serviços digitais e implicando multas em caso de infrações. Nesse contexto, a Apple tomou partido e passou a fazer publicidade com os seus recursos aprimorados de privacidade, chegando a provocar publicamente o Google no maior evento de tecnologia do mundo, a CES, realizada anualmente em Las Vegas, EUA. Diferentemente de empresas como Facebook e Google, a Apple não rentabiliza sua operação com base em dados de usuários fornecidos anonimamente a terceiros.

Na nova atualização do sistema operacional do iPhone, o iOS 14.5, a Apple lançou mais um recurso voltado à privacidade dos usuários. Ele é chamado App Tracking Transparency, algo como transparência de monitoramento de aplicativos. 

Antes da nova atualização, era possível desligar o rastreamento de aplicativos no iPhone seguindo este procedimento: Ajustes>Privacidade>Rastreamento>Permitir que aplicativos solicitem permissão de rastreamento. 

Agora, logo na instalação do aplicativo, o sistema operacional do iPhone pergunta ao usuário se ele quer ou não permitir que o aplicativo em questão poderá ou não ter acesso às suas informações -- assim como acontece no sistema Android, mas de forma menos restritiva. 

Ainda assim, é possível revisar e revogar ou conceder autorizações de acesso a dados pessoais por aplicativos no iPhone, basta acessar o menu de privacidade do iOS. 

A medida evita que aplicativos como o Facebook monitorem você quando você não estiver sequer utilizando a rede social.

  • Não perca as últimas tendências do mercado de tecnologia. Assine a EXAME.

Chegou a hora de sair das redes sociais? Ouça no EXAME Tech

Acompanhe tudo sobre:AppleCelularesPrivacidadeSmartphones

Mais de Tecnologia

Elon Musk recebe mais de R$ 30 bilhões para desafiar OpenAI

Influenciadores são banidos na China por "ostentação excessiva"

Colapso de startup pode prejudicar 10 milhões de clientes nos EUA

Alexa, da Amazon, pode subir preço em versão mais inteligente para competir com ChatGPT

Mais na Exame