Apple planeja produção recorde de próximos modelos de iPhone

A pedido da empresa, as fornecedoras deverão fabricar daqui até o fim do ano entre 85 e 90 milhões dos próximos modelos de iPhone a serem lançados

San Francisco - A pedido da Apple, as fornecedoras da empresa deverão fabricar daqui até o fim do ano entre 85 e 90 milhões dos próximos modelos de iPhone a serem lançados, informou nesta quarta-feira o "The Wall Street Journal".

A empresa solicitou em 2014 uma produção inicial recorde de 70 a 80 milhões de telefones, número que, segundo as fontes do jornal, a Apple espera superar neste ano.

A publicação informa que o tamanho da tela dos novos aparelhos que serão colocados à venda no fim de 2015 será o mesmo que o dos dois últimos modelos disponíveis no mercado, iPhone 6 e iPhone 6 Plus, que estrearam no início de setembro do ano passado.

Empresa com maior valor de mercado do mundo atualmente, a Apple vendeu 135,6 milhões de seus novos telefones no fim de seu ano fiscal, que terminou em setembro, um aumento de 43% em relação ao mesmo período do ano anterior.

As fontes consultadas pelo jornal americano indicaram que a empresa chinesa Foxconn, principal unidade de montagem da Apple, começou a contratar trabalhadores para sua fábrica de produção em Zhengzhou, onde começará a produção em massa de telefones em agosto.

Segundo o jornal, a Apple ainda cogita recrutar uma terceira empresa para a montagem dos telefones, a Wistron Corp., com sede em Taiwan, de modo a evitar atrasos na entrega de pedidos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.