Apple anuncia novidades nesta terça – e pode deixar iPhone 12 de lado

O anúncio dos novos produtos será online e acontecerá hoje às 14h no horário de Brasília. Acompanhe a cobertura na EXAME

O evento anual de novidades da gigante americana Apple acontece nesta terça-feira, 15, e promete novidades de diversos dispositivos da empresa – mas, desta vez, por conta da pandemia do novo coronavírus, deve deixar os iPhones de lado até outubro.

O anúncio dos novos produtos será online e acontecerá hoje às 14h no horário de Brasília.

Saiba o que esperar do evento:

Apple Watch Series 6

Um dos principais anúncios que devem ser feitos na tarde de hoje tem relação aos relógios inteligentes da marca. A nova geração do Apple Watch deve ser mais rápido, ter mais resistência à água e ter sua conexão de WiFi melhorada.

Outro rumor diz que o novo Apple Watch vai ser capaz de monitorar o oxigênio no sangue e ter ferramentas com foco em saúde mental, como opções de exercícios de respiração em momentos estressantes.

Apple One

Outra grande novidade que deve ser apresentada nesta terça é o pacote de assinaturas da maçã, o Apple One. O rumor dessa novidade surgiu quando um usuário descobriu um código no aplicativo Apple Music para Android que dizia “a sua assinatura da Apple Music será incluída no Apple One começando %s. Você não será cobrado pelas duas assinaturas. Você pode gerenciar a sua inscrição usando seu iPhone, Apple TV+ ou Mac”.

Até mesmo um pacote fitness deve ser incluso no Apple One para que os usuários tenham aulas de exercícios físicos via iPhone, iPad e Apple Tv. Se ela for confirmada, indicará uma mudança de posicionamento da Apple – já adotada por outras gigantes, como a Amazon, que incluiu no pacote prime o frete grátis nas compras da varejista e o uso do serviço de streaming Prime Video.

iPad Air

Outra novidade esperada é um novo iPad Air no dia 15. Segundo rumores iniciais, o novo modelo deve ter uma mudança significativa: o abandono da entrada lightining, um padrão nos produtos da Apple que foi deixado de lado recentemente apenas no iPad Pro, em prol de entradas do tipo USB-C.

O botão Home também pode ser abandonado em prol de tela maior e com bordas mais finas, o que permitirá o desbloqueio por digital direto na tela — mas nada ainda foi confirmado.

Mais novidades no iOS

É possível que os usuários também recebam as atualizações dos sistemas operacionais da empresa no iPad, iPhone e Watch. As novas versões foram anunciadas em junho, durante a WWDC, mas até o momento apenas as versões betas foram disponibilizadas. As atualizações devem ser lançadas em setembro e a empresa pode aproveitar o evento desta terça para lançar as novidades.

No iOS, sistema dos iPhones, haverá mudanças significativas. Será possível escolher a disponibilização dos aplicativos na tela: datas no calendário, temperatura e previsão do tempo poderão ter exibição maior, facilitando obter esses detalhes. Uma nova tela de exibição vai permitir diminuir também a quantidade de páginas na tela inicial, com a introdução da biblioteca de apps. A empresa também anunciou novidades para a Siri, que ganha uma repaginada, e um aplicativo para tradução de conversa.

As incertezas

AirPods Studio

Rumores também indicam que a Apple está trabalhando em um fone bluetooth com uma nova tecnologia superior de som, que pode ser chamada de “AirPods Studio”. É possível que a companhia anuncie, no evento de hoje, duas versões dos fones de ouvido – uma versão premium, coberta por um tecido que lembra couro e um modelo focado em exercícios, com materiais mais leves. É esperado que eles também tenham cancelamento de barulhos, como os AirPods Pro já tem – e o preço deve ser de 350 dólares, algo entre 1.842,19 reais na cotação atual.

AirTag

Outro produto em potencial que deve ser anunciado pela Apple são os AirTag, dispositivos de rastreamento da marca. Eles funcionarão com bluetooth e servirão para rastrear objetos como chaves e até mesmo carteiras, com uma conexão direta com a ferramenta “Encontre meu dispositivo” presente nos dispositivos Apple e no iCloud web.

HomePod mais barato

A assistente virtual Siri para casas (ainda não disponível no Brasil) também deverá marcar presença no evento, mas em uma versão menor e mais barata. É esperado que ela tenha uma redução considerável na qualidade do áudio.

Se os iPhones derem as caras…

É difícil que os iPhones marquem presença no evento desta terça, mas, caso isso aconteça, algumas mudanças podem ser esperadas. Em 2020, a Apple pode lançar quatro modelos, em vez de três como aconteceu no ano passado. Rumores indicam que dois deles serão modelos Pro mais caros e os outros dois serão de baixo custo, menores do que a outra versão. As quatro, no entanto, devem ter a parte traseira em vidro.

O design dos novos iPhones também devem ser diferentes dos anteriores. Isso porque o iPhone 12 pode ter mais semelhanças com o iPad Pro e com o iPhone 4 do que com o iPhone 6 ou o iPhone 11. Os novos iPhones também devem vir com novas cores e o verde claro encontrado nos iPhones 11, 11 Pro e 11 Pro Max deve ser substituído por um tom de azul marinho.

Independente da versão, todos os iPhones 12 terão compatibilidade com redes 5G.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.