Última superlua de 2022 ocorre hoje; saiba horário e como assistir

Chamada de "Superlua de Esturjão", o fenômeno tem seu pico às 22h36 de hoje e será a última do ano
Fenômeno será visível de todo o Brasil a olho nu (Toru Hanai/Reuters)
Fenômeno será visível de todo o Brasil a olho nu (Toru Hanai/Reuters)
L
Luiza Vilela

Publicado em 11/08/2022 às 08:00.

Última atualização em 11/08/2022 às 17:09.

Para quem gosta de observar a lua, vai aí um anúncio importante: a superlua que ocorre hoje, 11, é a última do ano de 2022. Visível de todo o Brasil a olho nu, o satélite natural da Terra estará mais brilhante que o comum graças ao "perigeu", ponto mais próximo do planeta.

De acordo com a NASA, esta será a terceira (e última) superlua do ano, conhecida como "Superlua de esturjão". O nome faz referência à época do ano na qual o peixe é encontrado nos Grandes Lagos norte-americanos, especialmente no Canadá e Estados Unidos.

"Como não podemos ver superluas novas (exceto quando a Lua passa na frente do Sol e causa um eclipse), o que chama a atenção do público são as superluas cheias, pois são as maiores e mais brilhantes luas cheias do ano", explica a NASA em nota oficial.

LEIA TAMBÉM: Superlua dos Cervos acontece hoje; veja horário e como assistir

Que horas a ocorre a Superlua?

Fotografia feita durante o fenômeno da Superlua em 2013, em Nova York (Estados Unidos)

Fotografia feita durante o fenômeno da Superlua em 2013, em Nova York (Estados Unidos) (Getty Images/Getty Images)

O fenômeno poderá ser visto em seu ápice a partir das 22h36, no horário de Brasília. Vale destacar que, quando atinge o ponto de maior proximidade da Terra, a Lua chega a aparecer até 17% maior e 30% mais brilhante.

Espera-se, hoje, marés mais altas também.

Como assistir?

A última superlua do ano estará visível no céu de todo o Brasil, mas também terá transmissões ao vivo pelas redes sociais da NASA.

Calendário astronômico de agosto

Meteoros: o documentário trata da fascinação humana pelas rochas. (Sergei Malgavko/Getty Images)

E além da observação do satélite, também será possível — a depender das condições climáticas — ver alguns outros eventos no céu de agosto, como a chuva de meteoros Perseidas, Kappa-Cignídeos e algumas conjunções de planetas com a Lua.

Veja abaixo os próximos eventos:

  • 11/08: última Superlua do ano;
  • 12 e 13/08: Pico da chuva de meteoros Perseidas;
  • 14/08: Saturno em oposição;
  • 15/08: Conjunção entre Júpiter e Lua;
  • 18/08: Pico máximo da chuva de meteoros Kappa-Cignídeos;
  • 19/08: Conjunção entre Marte e Lua;
  • 25/08: Conjunção entre Vênus e Lua;
  • 29/08: Conjunção entre Mercúrio e Lua

LEIA TAMBÉM:

Eclipse Lunar: saiba qual horário e em quais estados será possível ver

Superlua: Entenda o fenômeno que vai acontecer nesta terça-feira

Eclipse com superlua: entenda o fenômeno que vai acontecer nesta quarta