Chuva de meteoros Perseidas ocorre hoje; saiba horário e como assistir

O evento, que ocorre todo ano nesta época, quando a Terra passa pelos fragmentos do cometa Swift-Tuttle, terá seu pico na madrugada desta sexta-feira
Essa será a melhor maneira de observar a chuva de meteoros (Thinkstock/Thinkstock)
Essa será a melhor maneira de observar a chuva de meteoros (Thinkstock/Thinkstock)
L
Luiza VilelaPublicado em 12/08/2022 às 13:04.

Um dia depois da última superlua do ano, os fãs da astronomia podem comemorar: ocorre na madrugada de hoje, 12, e amanhã, 13, a chuva de meteoros Perseidas. O evento, que ocorre todo ano nesta época, quando a Terra passa pelos fragmentos do cometa Swift-Tuttle. Assim como a superlua, será visível a olho nu.

Segundo a NASA, esse é um evento especial para ver a chuva de meteoros, porque há uma quantidade razoável de meteoros — em alta frequência —, e os "rastros" de luz deixados pelas rochas espaciais são mais visíveis da Terra.

LEIA TAMBÉM: Superlua dos Cervos acontece hoje; veja horário e como assistir

Que horas a ocorre a chuva de meteoros Perseidas?

Fenômeno Eta Aquáridas

Registro de chuva de meteoros (Colin Legg/Reprodução)

O fenômeno poderá ser visto em seu pico máximo na madrugada desta sexta-feira, 12, e sábado, 13, a partir das 2h30 até o amanhecer. O melhor momento para observação, no entanto, será por volta das 6h de sábado, 13, com a chuva de meteoros mais alinhada ao norte no céu.

Como assistir?

Chuva de meteoros

Meteoros: o documentário trata da fascinação humana pelas rochas. (Carlos Fernandez/Getty Images)

A melhor visualização dessa chuvas de meteoros infelizmente ficará com o Hemisfério Norte do planeta. No entanto, do Brasil, ainda será possível ver as "estrelas cadentes" com certa frequência e intensidade.

A estimativa é que sejam quase 24 meteoros por hora, segundo dados do Observatório de Astronomia da Unesp (Universidade Estadual Paulista). Haverá transmissão ao vivo nas redes sociais da NASA, mas o evento é visível a olho nu — e a previsão do tempo para o Brasil, em geral, é de uma noite sem nuvens.

A chuva se iniciará no horizonte a noroeste.

Vale destacar que a chuva de meteoros Perseidas é um evento longo, que teve início no dia 17 de julho e se encerra no dia 24 de agosto. Na madrugada desta sexta-feira e início de sábado, no entanto, o evento atingirá seu ápice — o que configura um melhor momento para observação.

O que é a chuva de meteoros Perseidas?

chuva de meteoros

Rastro deixado pelo cometa Swift-Tuttle (Nasa/Divulgação)

Há quem pense que os meteoros são malignos, mas esses em específico são apenas para apreciação no céu e não causam nenhum dano à Terra. Desde 1992, o cometa Swift-Tuttle cruzou a órbita do nosso planeta e, assim, nessa época do ano, é possível ver seus fragmentos — a famosa chuva de meteoros.

Apesar de inofensivo para nós, porque a órbita do cometa não está alinhada para se colidir com a Terra, Swift-Tuttle tem um núcleo com 26 quilômetros de diâmetro, de acordo com a NASA. Para se ter ideia, o asteroide que levou à extinção dos dinossauros tinha metade desse tamanho.

Outra curiosidade é que nome "Perseidas" vem pela localização do cometa, alojado na constelação de Perseu.

Calendário astronômico de agosto

This latest image of Jupiter, taken by the NASA/ESA Hubble Space Telescope (Nasa/Reprodução)

Meteoros: o documentário trata da fascinação humana pelas rochas. (Sergei Malgavko/Getty Images)

E além da observação dessa chuva de meteoros, também será possível — a depender das condições climáticas — ver alguns outros eventos no céu de agosto.

Veja abaixo os próximos eventos:

  • 12 e 13/08: Pico da chuva de meteoros Perseidas;
  • 14/08: Saturno em oposição;
  • 15/08: Conjunção entre Júpiter e Lua;
  • 18/08: Pico máximo da chuva de meteoros Kappa-Cignídeos;
  • 19/08: Conjunção entre Marte e Lua;
  • 25/08: Conjunção entre Vênus e Lua;
  • 29/08: Conjunção entre Mercúrio e Lua

LEIA TAMBÉM:

Eclipse Lunar: saiba qual horário e em quais estados será possível ver

Superlua: Entenda o fenômeno que vai acontecer nesta terça-feira

Eclipse com superlua: entenda o fenômeno que vai acontecer nesta quarta