Acompanhe:

Baseado na DLC homônima, o sétimo episódio de The Last of Us, "Left Behind", que foi ao ar neste domingo, 26, trouxe ao público uma nova dimensão da história de Ellie (Bella Ramsay) — e a importância de toda a trajetória dela com Joel (Pedro Pascal) até o momento.

No flashback com Riley (Storm Reid), é possível conhecer uma das primeiras grandes perdas de Ellie, se aprofundar na personalidade da personagem e ter uma dimensão ainda maior do universo no qual The Last of Us está inserido.

Com 55 minutos, "Left Behind" se conecta com toda a série, do início — afinal, logo depois que Riley e Ellie se tornam "infectadas", Marlene (Merle Dandridge) resgata a personagem de Bella Ramsay — a passagem dos outros episódios, revelando a origem de vários aspectos da personalidade de Ellie.

ATENÇÃO: a partir daqui esse texto contém spoilers do episódio 7 de The Last of Us!

(The Last of Us/ HBO/Divulgação)

Diversão em meio ao caos

Um dos principais chamarizes desse episódio, logo no início, é a retratação mais focada em como era a sociedade 20 anos após o apocalipse — e qual o impacto que tanto a Fedra quanto os Vagalumes causam na vida dos futuros adultos.

Com uma excelente contextualização, o episódio consegue entregar ao público as visões de mundo de duas personagens com diferentes propósitos e a realidade do cenário pós-apocalíptico, mas vai muito além disso: revela também as "maravilhas" da diversão e do amor em um mundo dá espaço que não dá espaço para a alegria.

O próprio conceito de diversão, diante das regras da Fedra e dos Vagalumes e do risco de infecção, perde a importância para a maior parte dos personagens. No cenário de Joel e Tess (Anna Torv), esse é um sentimento inexistente. Com Bill (Nick Offerman) e Frank (Murray Bartlett), ainda que em clima de romance, são poucos os momentos verdadeiramente felizes, diante de toda a tensão envolvida.

E por isso que ver Ellie e Riley em um momento tão íntimo e animado mexe com os sentimentos do espectador. Para quem se acostumou à perda e à falta de esperança em todos os outros episódios, ver as personagens em uma noite de descontração é quase um alívio no mar de sofrimento.

Só que ele, infelizmente, dura pouco.

(The Last of Us/ HBO/Divulgação)

Fotografia, trilha sonora e composição de cenário

Dentro de toda essa diversão, a escolha das cores e do cenário foi um grande acerto da equipe de fotografia. O neon da sala de jogos, a calorosa luz amarela e com o ritmo do carrossel, toda a condução dos momentos de Riley e Ellie foram feitos para trazer conforto, sanar curiosidades, reacender aquele sentimento adolescente da primeira paixão.

Vale destacar também que a escolha da trilha sonora fez bastante diferença, além de convidar os fãs do jogo a relembrar os detalhes do The Last of Us - Part II, em especial com "Take on Me", do Aha, que terá uma importância à mais nos próximos episódios.

Ao final do capítulo, a trilha é fundamental para aprofundar os laços de Ellie e Joel, o que torna tudo ainda mais especial.

(The Last of Us/ HBO/Divulgação)

'Eu perdi pessoas também'

Se no episódio seis Ellie menciona que também perdeu pessoas importantes, é neste capítulo que o espectador toma conhecimento do tamanho dessa perda. Além da melhor amiga e única aliada em um dos momentos mais cruciais da adolescência, a noite do shopping faz com que Ellie perca também seu primeiro amor — e não para uma desilusão amorosa ou rejeição, o que torna todo o contexto dessa perda ainda mais devastador.

De todos os possíveis eventos para perder o primeiro relacionamento, The Last of Us relembra o público que além das pessoas, um mundo tomado pelo fungo é cruel, não poupa ninguém, independente da idade, gênero ou situação. São poucas pessoas que sobreviveram, no entanto, Ellie ainda assim encontra uma parceira com a mesma orientação sexual da dela. E mesmo assim, toda a alegria desse momento se transforma em um profundo sentimento de angústia.

O que fica, porém, são as escolhas que a personagem toma e as consequências no meio do caminho, algo que se configura como uma das maiores bases do relacionamento de Ellie e Joel nesta trajetória.

(The Last of Us/ HBO/Divulgação)

Desespero, amor e esperança

Conhecer a história das duas personagens foi fundamental para compreender as escolhas de Ellie ao final desse episódio. Após sete capítulos de aproximação com Joel, que está longe de ser uma pessoa fácil de se conectar, vê-lo pedir para que ela o abandonasse — ainda mais depois da própria tentativa dele de deixá-la — foi difícil de assistir.

É aí que mora a importância do flashback: no momento do desespero, diante de todo o histórico que conhecemos, não desistir é a maior prova de amor que Ellie poderia fornecer a Joel.

Interessante também o paralelo entre as ações dela diante do desespero com Joel e do desespero com Riley: uma explosão de raiva, sem, mas em diferentes níveis de maturidade (e uma tremenda atuação de Bella Ramsay). Um aperto de mãos de condenação e de esperança. Uma brilhante direção de Liza Johnson.

Sem um único diálogo, Pascal e Ramsay exprimem esse amor mútuo, Ellie no desespero de salvá-lo e Joel no olhar de alívio em não ser deixado para trás. Isso é a maior essência de The Last of Us: o que há de mais importante no mundo de Ellie é Joel. E o público vê isso acontecendo minuto a minuto, desde o início dessa trajetória.

Quando estreia o episódio 8 de The Last of Us?

Seguindo a trajetória dos demais capítulos, o oitavo e penúltimo episódio estreia no próximo domingo, 5 de março, às 23h.

Veja o trailer do episódio 8 de The Last of Us

Como assistir o episódio 8 de The Last of Us?

A HBO exibirá o episódio para assinantes da TV por assinatura que incluam seu pacote. O capítulo estará disponível nos canais 1 e 2 da HBO.

Também no domingo, os assinantes da plataforma HBO Max terão acesso ao oitavo episódio.

Que horas começa The Last of Us?

O oitavo episódio irá ao ar no dia 5 de março, domingo, com exibição nos canais e na plataforma de streaming da HBO, a partir das 23h.

Quem está no elenco de The Last of Us?

Além de Pedro Pascal e Bella Ramsey, a série também conta com Anna Torv, Gabriel Luna, Merle Dandridge, Nico Parker, Nick Offerman, Murray Bartlett e Storm Reid.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Onde assistir 'O Regime'? Nova série com Kate Winslet estreia hoje; veja horário
Pop

Onde assistir 'O Regime'? Nova série com Kate Winslet estreia hoje; veja horário

Há 17 horas

Leslie David Baker, de 'The Office', inaugura 'papelaria' no Brasil; veja como visitar
Pop

Leslie David Baker, de 'The Office', inaugura 'papelaria' no Brasil; veja como visitar

Há um dia

'Duna 2' acelera o ritmo e cria épico que arrepia com a força esmagadora do deserto
Pop

'Duna 2' acelera o ritmo e cria épico que arrepia com a força esmagadora do deserto

Há 2 dias

Os 5 melhores filmes e séries para maratonar no fim de semana
Casual

Os 5 melhores filmes e séries para maratonar no fim de semana

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais