Reino Unido pode ter 'primeira-dama' brasileira com a saída de Boris Johnson

O vice-primeiro-ministro britânico, Dominic Raab, é casado com a brasileira Erika Raab. O vice é cotado para substituir Boris Johnson como interino até que um novo premiê seja escolhido oficialmente
Erika e Dominic Raab, nas eleições de 2019: esposa do vice-premiê britânico é brasileira (Katie Collins/PA Images/Getty Images)
Erika e Dominic Raab, nas eleições de 2019: esposa do vice-premiê britânico é brasileira (Katie Collins/PA Images/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 07/07/2022 às 10:54.

Última atualização em 07/07/2022 às 11:51.

O premiê britânico Boris Johnson renunciou na manhã desta quinta-feira, 7, após dias de pressão para que ele deixasse o cargo.

Embora tenha renunciado, Johnson afirmou que continuará como premiê até que sua legenda, o Partido Conservador, escolha um novo líder (e, consequentemente, esse será o novo primeiro-ministro, uma vez que os conservadores têm a maioria no Parlamento).

Mas a pressão também tem crescido para que Boris Johnson deixe de vez o posto ainda nesta quinta-feira.

Se isso acontecer, o mais cotado a assumir interinamente como premiê é o atual vice-primeiro-ministro, Dominic Raab, de 48 anos e parlamentar do Partido Conservador. E há aí uma curiosidade: Raab é casado com uma brasileira, Erika Raab, nascida Erika Rey. Os dois se conheceram há duas décadas.

VEJA TAMBÉM: Boris Johnson renuncia ao cargo de primeiro-ministro do Reino Unido

O Reino Unido não tem oficialmente uma posição para a esposa do mandatário, de modo que, se Raab chegar a ser primeiro-ministro, Erika não se torna "primeira-dama".

Os premiês britânicos vivem com a família na residência oficial, em Downing Street, número 10, na capital Londres. O endereço é também o escritório oficial do premiê.

Como o casal se conheceu

Dominic Raab e Erika Rey se conheceram em uma festa, quando ela estudava marketing em Londres. A primeira interação foi em 2002, segundo Erika, logo após o Brasil eliminar a Inglaterra na Copa do Mundo daquele ano.

Erika e Dominic Raab (foto de arquivo): brasileira conheceu o vice-premiê em 2002 (DominicRaab.com/Reprodução)

O tema virou assunto entre eles - e Erika contou ao jornal britânico The Times que Raab chegou a perguntar se ela era da Argentina na primeira interação.

"Ele, na verdade, cometeu um grande erro", disse ela em 2019. "Era a semana depois de o Brasil ter eliminado a Inglaterra da Copa do Mundo, e ele perguntou se eu era da Argentina. Se você é do Brasil, isso é ruim", brincou.

Mais tarde, Erika precisou se mudar por um ano para trabalhar em Madrid, na Espanha, e os dois mantiveram o relacionamento a distância. Dominic Raab a pediu em casamento depois, em 2004, embora a data oficial da cerimônia seja desconhecida.

O casal tem dois filhos, Peter e Joshua, que também falam português. Até 2020, Erika trabalhou como executiva de marketing para o Google.

Além de vicê-premiê, Dominic Raab é atualmente secretário de Justiça no governo Boris Johnson. Como vice, Raab chegou a substituir brevemente Boris Johnson quando o premiê ficou internado com covid-19, em 2020.

VEJA TAMBÉM: Escócia planeja novo referendo sobre sua independência do Reino Unido

Erika é discreta em sua vida privada e não tem redes sociais públicas.

A revista britânica Tatler recentemente a descreveu em uma matéria sobre esposas de parlamentares, afirmando que Erika traz "um glamour muito necessário para os salões monótonos de Westminster", e abraça o trabalho de esposa de um parlamentar "com entusiasmo".

As poucas declarações que a brasileira deu foram exatamente durante uma das campanhas mais importantes do marido, na disputa para liderança do Partido Conservador (que terminou vencida por Boris Johnson) em 2019. Dominic Raab concorreu na ocasião, mas ficou somente em sexto, e depois veio a apoiar Boris Johnson.

Durante o referendo do Brexit, que definiu a saída do Reino Unido da União Europeia, Raab foi favorável ao divórcio com o bloco europeu. Na ocasião, chegou a citar o fato de ter "uma esposa brasileira", além de um pai refugiado da República Tcheca.

"Eu acho que você pode ser orgulhosamente europeu mas não querer ser parte do clube político", disse, em favor do Brexit. Ele também afirmou, em outra ocasião, que imigrantes da União Europeia eram tratados de forma diferenciada e que havia uma "discriminação" com outros imigrantes qualificados. "E eu digo isso como alguém que tem uma esposa brasileira".

O Reino Unido terminou deixando a UE oficialmente em 2020, após o referendo em 2016.

No governo da ex-premiê Theresa May, também do Partido Conservador, Dominic chegou a ser o responsável por organizar o Brexit, mas renunciaria meses depois por discordâncias com o acordo costurado por May.