Quem será o novo primeiro-ministro do Reino Unido? Confira os nomes cotados

Sem um sucessor claro na sigla, vários nomes circulam como possíveis candidatos para substituí-lo no comando do Reino Unido
Reino Unido: Johnson deixa o governo em meio a uma crise política após mais de 50 pessoas entregaram os cargos (AFP/AFP)
Reino Unido: Johnson deixa o governo em meio a uma crise política após mais de 50 pessoas entregaram os cargos (AFP/AFP)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 07/07/2022 às 10:57.

Última atualização em 07/07/2022 às 12:10.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, renunciou nesta quinta-feira, 7, ao cargo de líder do Partido Conservador, abrindo caminho para a escolha de um novo premiê. Sem um sucessor claro na sigla, vários nomes circulam como possíveis candidatos para substituí-lo no comando do Reino Unido.

O anúncio foi confirmado por Johnson à imprensa em frente à sede do governo, no número 10 de Downing Street, em Londres. Johnson deixa o governo em meio a uma crise política após mais de 50 pessoas entregaram os cargos desde as saídas do chefe das Finanças, Rishi Sunak, e do ministro da Saúde, Sajid Javid, que renunciaram na terça-feira, 5.

LEIA TAMBÉM: Reino Unido pode ter 'primeira-dama' brasileira com a saída de Boris Johnson

Confira os nomes dos possíveis candidatos a primeiro ministro do Reino Unido:

Rishi Sunak

Sunak, de 42 anos, já chegou a ser considerado o grande favorito para suceder a Johnson (Leon Neal - WPA Pool/Getty Images)

O ex-ministro das Finanças e o primeiro hindu a ocupar o cargo foi um dos dois ministros de grande destaque que renunciou na terça-feira. Sunak, de 42 anos, já chegou a ser considerado o grande favorito para suceder a Johnson, mas perdeu a legitimidade após escândalos. Os casos giravam em torno do status fiscal vantajoso de sua mulher bilionária, que lhe permitia evitar o pagamento de impostos no Reino Unido, e o greencard que ele tinha até o ano passado.

Jeremy Hunt

Jeremy Hunt é perdeu para Johnson em 2019 (Chris J Ratcliffe/Getty Images)

Ex-ministro de Relações Exteriores e Saúde, perdeu para Boris Johnson a liderança conservadora de 2019. Desde então, Hunt, de 55 anos, se prepara para concorrer novamente, construindo apoios e ficando fora do governo.

Liz Truss

A ministra das Relações Exteriores, LIz Truss

A ministra das Relações Exteriores, LIz Truss (Chris J. Ratcliffe/Bloomberg/Getty Images)

A ministra das Relações Exteriores, Truss, de 46 anos, tornou-se muito popular nas bases do Partido Conservador. Como ministra do Comércio, votou pela permanência na UE antes de mudar de lado e conseguir fechar uma série de importantes acordos comerciais pós-Brexit.

Sajid Javid

Sajid Javid

Sajid Javid é o ex-ministro da Saúde (Dan Kitwood/Getty Images)

O ex-ministro da Saúde, foi o outro peso-pesado do governo e do Partido Conservador que renunciou na terça-feira. Filho de um motorista de ônibus paquistanês, Javid, de 52 anos, foi um renomado banqueiro antes de se tornar ministro das Finanças de Johnson. Ele renunciou em 2020 e voltou ao governo em 2021. Votou pela permanência na UE pelos benefícios econômicos, mas depois se juntou à causa do Brexit.

Priti Patel

Priti Patel

(Toby Melville - WPA Pool/Getty Images)

Ministra do Interior, Patel, de 50 anos e origem indiana, é a mais conservadora dos ministros de Johnson e firme defensora do Brexit.

Tom Tugendhat

Tom Tugendhat O presidente do Comitê de Relações Exteriores da Câmara

(House of Commons/PA Images/Getty Images)

O presidente do Comitê de Relações Exteriores da Câmara, de 48 anos, foi o primeiro a anunciar sua intenção de se candidatar se Johnson renunciasse ou sofresse um impeachment. Ex-oficial do Exército, serviu no Iraque e no Afeganistão.

Penny Mourdaunt

Ex-ministra da Defesa e atual secretária de Estado do Comércio Exterior, Mordaunt, de 49 anos, foi uma das figuras da campanha a favor do Brexit e desde então trabalha nas negociações de acordos comerciais para o Reino Unido.