Chuva de meteoros será visível no Brasil dia 31 de maio

Fenômeno poderá ser visto em algumas partes do Brasil; a expectativa é que a Tau Herculids seja uma chuva atípica e com boa intensidade
Chuva de meteoros Tau Herculids: previsão é de 140 a 1.400 meteoros por hora, mas nada é garantido (Divulgação/Nasa)
Chuva de meteoros Tau Herculids: previsão é de 140 a 1.400 meteoros por hora, mas nada é garantido (Divulgação/Nasa)
Por Laura PanciniPublicado em 27/05/2022 15:33 | Última atualização em 30/05/2022 18:15Tempo de Leitura: 4 min de leitura

*Atualização: Leia as informações atualizadas sobre a chuva de meteoros Tau Herculidas e onde ela irá passar.

A madrugada da próxima terça-feira, 31 de maio, não será como as outras. Em algumas partes do céu do Brasil, será possível acompanhar a chuva de meteoros “Tau Herculids” (ou Tau Herculidas), com pico previsto por volta das 2 horas da manhã no horário de Brasília.

A expectativa é que a Tau Herculids seja uma chuva atípica e com boa intensidade. As previsões mais otimistas indicam que pode haver de 140 a 1.400 meteoros por hora, mas isso não é uma garantia.

Segundo a Organização Internacional de Meteoros, é um problema tentar prever as taxas de meteoros por hora nesta chuva, principalmente porque a Terra nunca interagiu com essa trilha de detritos antes.

O que é a chuva de meteoros Tau Herculidas?

A chuva de meteoros de 31 de maio de 2022 é resultado da fragmentação do cometa 73P/Schwassmann-Wachmann 3 (SW3).

Os meteoros são pequenos corpos celestes que se deslocam no espaço e entram na atmosfera da Terra, queimando parcial ou totalmente devido à ablação com a atmosfera terrestre e ao contato com moléculas de oxigênio. Este fenômeno deixa um risco luminoso no céu, que é popularmente chamado de “estrela cadente”.

Fenômeno Eta Aquáridas

Registro de chuva de meteoros (Colin Legg/Reprodução)

Já o fenômeno da chuva acontece quando vários meteoros passam pelo céu noturno partindo aparentemente de um mesmo ponto: o radiante.

No período de fins de maio ao início de junho, o planeta Terra estará passando pelo rastro dos detritos que o cometa 73P deixou para trás em suas últimas passagens. Por isso podemos observar o fenômeno daqui.

As informações são do Observatório Nacional.

Onde assistir a chuva de meteoros?

Conforme destacou o astrônomo Marcelo De Cicco ao Observatório, quem estiver no Hemisfério Norte terá uma visão privilegiada dessa chuva de meteoros. Enquanto isso, no Hemisfério Sul, o número de meteoros será menor do que o observado mais ao norte.

De acordo com Marcelo Domingues, diretor editorial do Clube de Astronomia de Brasília (CAsB), a previsão é que a chuva de meteoros pegue toda a faixa leste do país, variando entre 57 a 42 mil meteoros por hora. Isso significa que até regiões como Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro poderão observar o fenômeno, mas as chances são muito menores do que as dos moradores da região Norte e Nordeste. Quanto mais ao Norte do Brasil, maiores as chances.

Qual o melhor horário para assistir a chuva de meteoros?

De acordo com a Bramon (Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros), vale olhar para o céu nos seguintes horários:

  • Às 0h10, no horário de Brasília, a Terra irá passar pela primeira trilha de detritos do cometa, deixados por ele em 1892 e 1941. A expectativa é de 50 meteoros por hora;
  • Às 2h10, a trilha de 1979 e uma nuvem densa lançada pelo cometa em 1995 vão passar pela Terra. A expectativa é de uma taxa de 600 a 700 meteoros por hora, mas, como é a primeira vez que esses detritos vão passar, a Bramon afirma que o horário pode variar e pode acontecer de nada ser visto.

Já a recomendação feita pelo Observatório Nacional é que os habitantes do hemisfério Sul mais próximos ao equador, como nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, fiquem atentos à direção Noroeste durante a madrugada de terça.

A possibilidade de uma chuva mais intensa nessa região é entre 1h55 e 2h10 da manhã mas, caso a largura da trilha de detritos seja maior do que esperado, é possível que alguns meteoros já sejam vistos a partir da noite de segunda-feira, 30, até às 2h30 de terça-feira.

Como assistir a chuva de meteoros?

Para assistir a chuva de meteoros, o céu precisa estar aberto e livre de nuvens. É recomendado ir para um lugar afastado da cidade e das luzes, já que elas ofuscam as estrelas e prejudicam a visão.

Desta vez, a Lua não afetará a visibilidade da chuva de meteoros. “A Lua estará na fase Nova, portanto, não atrapalhará a visibilidade desses meteoros que serão, em sua maioria, menos brilhantes que o usual por conta de sua baixa velocidade de entrada em nossa atmosfera”, destacou De Cicco ao Observatório.

LEIA TAMBÉM: