Marília Mendonça morre em queda de avião em Minas Gerais

Corpo de bombeiros confirmou mortes na tarde desta sexta-feira
Marília usava o avião para ir a um show em Caratinga (Instagram/Reprodução)
Marília usava o avião para ir a um show em Caratinga (Instagram/Reprodução)
Por Karina SouzaPublicado em 05/11/2021 16:37 | Última atualização em 05/11/2021 20:52Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Um avião de pequeno porte caiu, nesta sexta-feira, próximo às 15h30, perto de uma cachoeira na serra de Caratinga, interior de Minas Gerais. Uma das vítimas fatais é a cantora Marília Mendonça. A aeronave é um bimotor Beech Aircraft, da PEC Táxi Aéreo, de Goiás. 

O corpo de bombeiros confirmou a morte da cantora por nota: "Nesta sexta (5), ocorreu a queda de uma aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, na zona rural de Piedade de Caratinga. O CBMMG confirma que a aeronave transportava a cantora Marília Mendonça e que ela está entre as vítimas fatais". Mais tarde, o órgão confirmou que as cinco pessoas que estavam no avião morreram.

A assessoria da cantora, que inicialmente havia divulgado nota confirmando que a cantora estava viva, atualizou o posicionamento divulgando os nomes de algumas das vítimas fatais.

"Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e co-pilto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga/MG, onde Marília teria uma apresentação esta noite. De momento, são estas as informações que temos".

Leia também: 

Marília usava o avião para ir a um show em Caratinga. Antes do embarque, ela chegou a filmar um vídeo em que aparecia entrando no avião e publicou no Twitter. Momentos depois da queda, fãs começaram a suspeitar nas redes sociais de que se tratava da queda do avião da cantora.

Informações divulgadas pela Anac apontam que o avião estava em situação regular -- ou seja, tinha autorização para táxi aéreo -- e foi fabricado em 1984. A investigação da queda da aeronave ficará a cargo do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), como antecipou a Globonews. De acordo com apuração do Estadão, o Ministério Público Federal cobrou a ANAC em junho por omissão da fiscalização de irregularidades da empresa PEC Táxi Aéreo, proprietária da aeronave que matou a cantora e os outros quatro tripulantes.

Ainda não há uma conclusão formal a respeito da causa do acidente. Na noite desta sexta-feira, a Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG), informou por meio de nota que o avião bateu em cabos de energia antes de cair, rumo ao aeroporto de Caratinga.

No Twitter, "Marília Mendonça" se tornou um dos tópicos mais comentados do mundo nesta sexta-feira. Entre os tuítes, fãs preocupados com a saúde da cantora e outros usuários apontam a semelhança do acidente com o que levou à morte do cantor Gabriel Diniz (famoso pelo hit "Jennifer"), que morreu em 2019 após a queda de um jatinho.

Vida e trajetória de Marília Mendonça

Aos 26 anos de idade, Marília era um dos maiores nomes da nova geração da música sertaneja nacional. Em 2015, lançou seu primeiro EP, mas o reconhecimento veio mesmo em 2016, época em que vendeu 240 mil cópias. A canção mais famosa, "Infiel", se tornou a mais conhecida do álbum, alçando a cantora à visibilidade nacional.

Daí para frente, Marília já acumulou: uma indicação ao Grammy latino na categoria "Melhor Álbum de Música Sertaneja" e em 2019 lançou um projeto com shows gravados em todas as capitais do país, chamado "Todos os Cantos". Com ele, Marília venceu a categoria de Música Sertaneja da aclamada premiação de música.

Repercussão nas redes sociais

Artistas prestaram homenagens à cantora nas redes sociais. Entre eles, estão Fábio Porchat, a cantora Simone (da dupla Simone e Simaria), Marcos Mion e Caetano Veloso.

Leia também: