• AALR3 R$ 20,34 1.40
  • AAPL34 R$ 67,96 -2.78
  • ABCB4 R$ 17,36 4.52
  • ABEV3 R$ 14,11 -0.77
  • AERI3 R$ 3,72 -1.59
  • AESB3 R$ 10,75 0.66
  • AGRO3 R$ 30,95 1.08
  • ALPA4 R$ 20,84 -0.48
  • ALSO3 R$ 19,10 -1.29
  • ALUP11 R$ 26,71 1.17
  • AMAR3 R$ 2,45 4.26
  • AMBP3 R$ 30,53 -2.12
  • AMER3 R$ 23,10 0.65
  • AMZO34 R$ 67,45 -0.34
  • ANIM3 R$ 5,50 -0.72
  • ARZZ3 R$ 81,36 -0.60
  • ASAI3 R$ 15,39 -0.06
  • AZUL4 R$ 21,23 0.00
  • B3SA3 R$ 11,82 2.34
  • BBAS3 R$ 35,68 -0.64
  • AALR3 R$ 20,34 1.40
  • AAPL34 R$ 67,96 -2.78
  • ABCB4 R$ 17,36 4.52
  • ABEV3 R$ 14,11 -0.77
  • AERI3 R$ 3,72 -1.59
  • AESB3 R$ 10,75 0.66
  • AGRO3 R$ 30,95 1.08
  • ALPA4 R$ 20,84 -0.48
  • ALSO3 R$ 19,10 -1.29
  • ALUP11 R$ 26,71 1.17
  • AMAR3 R$ 2,45 4.26
  • AMBP3 R$ 30,53 -2.12
  • AMER3 R$ 23,10 0.65
  • AMZO34 R$ 67,45 -0.34
  • ANIM3 R$ 5,50 -0.72
  • ARZZ3 R$ 81,36 -0.60
  • ASAI3 R$ 15,39 -0.06
  • AZUL4 R$ 21,23 0.00
  • B3SA3 R$ 11,82 2.34
  • BBAS3 R$ 35,68 -0.64
Abra sua conta no BTG

De olho na conversa com cliente, Take Blip compra startup Stilingue

Empresa de tecnologia que cria ferramentas de comunicação entre marcas e consumidores anunciou aquisição da mineira Stilingue, que monitora comentários em redes sociais com ajuda de IA
Roberto Oliveira, CEO da Take Blip: nova aquisição deve gerar receita de R$ 600 milhões (Divulgação/Divulgacão)
Roberto Oliveira, CEO da Take Blip: nova aquisição deve gerar receita de R$ 600 milhões (Divulgação/Divulgacão)
Por Maria Clara DiasPublicado em 26/01/2022 13:42 | Última atualização em 26/01/2022 13:48Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A startup Take Blip, dedicada a criar soluções de comunicação para empresas que substituam os arcaicos SMS, está de olho no valor criado a partir dos comentários de clientes. Nesta quarta-feira, 26, a companhia anunciou a aquisição da startup mineira Stilingue, que monitora comentários de usuários em redes sociais a fim de mostrar a empresas o que o público tem a dizer sobre uma marca.

A inovação pode alavancar seu negócio. Descubra o passo a passo para colocá-la em prática.

A compra, que não teve valor divulgado, vem para posicionar a Take Blip como líder na criação de tecnologias que conectem consumidores e marcas.

Fundada em 2014 na cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais, a Stilingue trabalha com o que chama de social listening. Na prática, a empresa é responsável por monitorar, com a ajuda de inteligência artificial (uma combinação de processamento de linguagem natural, visão computacional e machine learning), todos os comentários feitos a respeito de uma marca em rede sociais, posts, blogs, noticiários e até memes.

A premissa é de que a varredura ajuda empresas na tomada de decisões. Afinal, conhecendo clientes, funcionários e entendendo a experiência de pessoas com a marca, uma empresa pode decidir em quais frentes deve atacar, quais problemas solucionar — e como fazer isso. A operação das empresas seguirá independente, mas a compra pode pavimentar caminhos para novas frentes de atendimento em breve, diz a empresa.

Com a Stilingue, a Take Blip passa a oferecer o monitoramento social para seus mais de 2.500 clientes — entre os brasileiros estão Itaú, Coca-Cola, Localiza, Claro, Nestlé, Renner e Hotmart. A empresa também já está em mais de 170 países graças a sua solução em nuvem que desenvolve ferramentas digitais para que empresas falem com seus clientes. Um exemplo está nas plataformas de mensagens, como o WhatsApp — hoje uma importante ferramenta de comunicação corporativa.

“Acreditamos que o futuro das relações digitais é a capacidade de entender, conhecer e interagir em tempo real com os clientes", diz Roberto Oliveira, CEO e cofundador Take Blip. "A Stilingue nos ajudará a alcançar essa visão, expandindo nossa capacidade de ouvir os consumidores nas aplicações conversacionais e sociais, além de evoluir de forma ágil nossa plataforma".

De acordo com a empresa, a intenção é criar uma receita anual conjunta que supere os R$ 600 milhões em 2022. Em 2021, a Take Blip teve receitas recorrentes de R$ 360 milhões.

Saiba o que acontece nos bastidores das principais startups do país. Assine a EXAME.