Nobel investe em rede de papelarias

A livraria aposta em um novo modelo para impulsionar a marca Nobex
O setor de papelaria é um dos que mais vende nas livrarias Nobel (.)
O setor de papelaria é um dos que mais vende nas livrarias Nobel (.)
P
Priscila ZuiniPublicado em 10/10/2010 às 03:34.

São Paulo - A livraria Nobel, que pertence ao grupo Franchising Ventures, vai relançar a rede de papelarias Nobex com um novo perfil. Criada em 2008, a papelaria funcionava com um sistema de vendas em atacado e varejo, que não deu o retorno esperado. Desta vez, vai funcionar apenas no varejo, com lojas menores.

No sistema de franquias, a marca surge também para suprir a demanda por produtos de papelaria e informática, que aumenta cada vez mais nas livrarias tanto em volume de venda como em rentabilidade.

A rede prevê a abertura da primeira loja em Piracicaba, no interior de São Paulo, para os próximos dois meses. A entrada no interior do estado é uma forma de testar o mercado antes de chegar aos grandes centros e de atingir regiões que não possuem grandes livrarias.

Com um tamanho menor do que as livrarias, a rede de papelarias prevê a entrada em  cidades com mais de 30.000 habitantes. O grupo Franchising Ventures prevê a abertura de cinco lojas em São Paulo até o final de 2010. O investimento mínimo para a abertura de uma franquia da Nobex é de 130 mil reais.