Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

De olho na inovação, Nestlé lança plataforma de conexão com startups

Com o panela, empresa quer criar soluções com pequenas empresas e acelerar startups

Depois de alcançar 99% dos lares brasileiros, a Nestlé acredita na inovação para continuar avançando. A empresa anunciou nesta quarta-feira, 7, o lançamento do panela, sua primeira plataforma de inovação aberta para conexão com startups.

  • A pandemia mostrou que a inovação será cada dia mais decisiva para seu negócio. Encurte caminhos, e vá direto ao ponto com o curso Inovação na Prática

A proposta é encurtar o caminho entre a empresa e diferentes ecossistemas de inovação, gerando negócios entre agentes como startups, grupos empresariais, universidades, scale-ups, entre outros. “O panela vem para ser um hub importante para nos ajudar a ter mais clareza sobre como podemos construir soluções ativamente em um ecossistema já tão pulsante”, afirmou Carolina Sevciuc, diretora de transformação digital da Nestlé.

A iniciativa vem para consolidar uma interação que, segundo Carolina, já existia na companhia. “No início, nosso processo era muito bater na porta de cada startup e entender o ecossistema de inovação do Brasil”, diz. “Agora, essas startups têm um meio mais simples de conectar, serem desafiadas e nos desafiar”. A plataforma nasce da parceria com organizações e hubs de inovação aberta como o Distrito, TechStart, Endeavor, AEVO e Nexus.

Atualmente, a empresa já tem cinco programas em andamento, entre acelerações e desafios de inovação aberta. Com o lançamento da plataforma, a Nestlé também dá início a outros dez desafios de inovação envolvendo temas como sustentabilidade, nutrição infantil, lácteos e supply chain. Até o final do ano, a intenção é ter 14 programas rodando.

Na área de nutrição infantil, por exemplo, a Nestlé quer fazer parcerias com empresas que possam ajudar famílias, à distância, a identificarem a saúde alimentar de bebês e crianças.

A lógica da interação com as empresas de tecnologia será baseada em apoio mútuo. Nos desafios de negócios, a Nestlé se propõe a construir em conjunto as soluções com as startups, dando algum auxílio financeiro para as empresas desenvolverem seus pilotos. Em outra frente, a empresa também terá um programa de aceleração com mentorias e orientações para frentes de negócios nas quais as startups precisam de ajuda. As inscrições para as startups interessadas estão abertas a partir de hoje, e vão até o dia 22 de agosto.

Jornada de transformação da Nestlé

A relação com as startups na Nestlé começou há pelo menos três anos. De lá para cá, a empresa já analisou ao menos 1.4000 startups e já estabeleceu parceria com 35 pequenas empresas. A área de inovação na empresa, porém, foi criada há seis anos.

O crescimento inovativo na Nestlé vai depender dessas conexões externas, afirma Carolina. “A inovação aberta nos traz reflexões como grandes empresas. O caminho para a inovação é entender que nem sempre teremos respostas para tudo”, diz. A boa notícia é que, com a plataforma, a empresa se vê mais próxima de continuar com o pé na inovação brasileira.

Saiba o que acontece nos bastidores das principais startups do país. Assine a EXAME

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também