Conheça as 9 startups selecionadas pelo BTG para o programa do boostLAB

Após receber número recorde de inscrições, o programa selecionou, pela primeira vez, nove startups
BTG Pactual: o boostLAB é o hub de negócios de tecnologia do banco de investimentos (Germano Lüders/Exame)
BTG Pactual: o boostLAB é o hub de negócios de tecnologia do banco de investimentos (Germano Lüders/Exame)
C
Carolina IngizzaPublicado em 17/03/2021 às 11:07.

O hub de negócios do banco BTG Pactual (do mesmo grupo controlador da EXAME), o boostLAB, divulga nesta semana quais são as startups selecionadas para a sétima edição do seu programa de potencialização e mentoria, feito em parceria com a empresa de inovação ACE.

Pela primeira vez, nove empresas foram escolhidas: Brelo, Condoconta, Inflr, Kria, Leoa, MeuTudo, NeuralMind, Spin Pay e Wevo. Durante cinco meses, as participantes receberão mentorias de especialistas do mercado sobre marketing, vendas, produtos e investimentos.

Feito de forma totalmente digital por causa da pandemia, o programa teve recorde de inscrições. Foram 451 startups inscritas, 25% a mais que na rodada anterior. Quase metade (45%) das inscrições vieram de fora do estado de São Paulo, dos ecossistemas de inovação do Ceará e de Santa Catarina.

“Desde 2018, quando fizemos a primeira edição, o programa acompanha e tem colaborado para fomentar a evolução do ecossistema tech no Brasil. O setor vive um momento único, de forte crescimento, e a maior prova disso é a onda recente de empresas de tecnologia que estão fazendo IPOs”, afirma Frederico Pompeu, sócio do BTG Pactual responsável pelo boostLAB.

Desde sua criação, há três anos, o boostLAB já ajudou 44 startups. Cerca de 70% delas fizeram negócios com as empresas do grupo BTG Pactual após participarem do programa e seis receberam investimentos do banco: Agronow (agtech), Finpass (fintech), Liber Capital (fintech), Digesto (legaltech), Pier (insurtech) e Celcoin (fintech).

Conheça as empresas selecionadas:

Brelo

É uma fintech de empréstimo pessoal que usa o celular do tomador como garantia de pagamento. A empresa desenvolveu uma tecnologia para  bloquear o celular do cliente em caso de atraso.

CondoConta

A fintech é um banco digital para condomínios. Ela leva automação para transações recorrentes, bem como prestação de contas online e transparência.

Inflr

Plataforma que conecta marcas e influenciadores. A empresa possui algoritmo para amplificar a audiência dos conteúdos e um modelo que estimula a contratação pelas marcas de campanhas perenes.

Kria

Fintech de crowdfunding para investimentos em startups. Apresentam oportunidades de investimento com alto potencial de retorno e disponibilizam ferramentas online para os investidores gerenciarem seu portfólio.

Leoa

Plataforma que auxilia clientes na declaração de Imposto de Renda de forma inteligente e de maneira simples. Também permite a antecipação da restituição.

MeuTudo

A fintech é uma plataforma para empréstimo consignado público. Ela oferece processo 100% digital, através de app ou site, e consegue taxas até 30% menores.

NeuralMind

Através da plataforma com Inteligência Artificial, a NeuralMind mitiga o risco e aumenta a produtividade das empresas, analisando base de dados e documentos complexos e não estruturados.

Spin Pay

Gateway de pagamentos instantâneos que possibilita qualquer plataforma de comércio eletrônico receba valores diretamente, sem necessidade dos meios tradicionais (cartões e boleto).

Wevo

Plataforma líder em integração de sistemas via APIs para grandes e médias organizações. Escalável para times de negócios e de TI construírem e gerenciarem integrações de APIs.