A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Seu condomínio tem problemas? A fintech CondoLivre quer ser a solução

Após aporte de R$ 13 milhões de fundos como o paulistano TAG, fintech quer facilitar acesso a crédito para melhoria de estrutura em condomínios

A prestação de serviços para condomínios movimenta algo como 300 bilhões de reais no Brasil por ano, de acordo com associações do setor. Apesar de parrudo, o mercado está repleto de buracos passíveis de virarem oportunidades de negócios.

Vide a incomodação comum a muita gente na hora de usufruir de estruturas compartilhadas não raro esse tipo de marcação de espaço é feita manualmente ou em softwares ultrapassados desenvolvidos pelo time da TI da administradora do prédio.

A urgência de uma disrupção no setor de condomínios fez o engenheiro Matheus Munford trocar uma carreira na iniciativa privada com passagens pela consultoria McKinsey e pela montadora alemã Porsche para empreender.

Em maio, Munford e os sócios Luiz Guilherme Moraes, Henrique Rusca e Rodrigo Gebara fundaram a CondoLivre, uma startup de São Paulo dedicada inicialmente a resolver um gargalo do setor: oferecer crédito para a mão de obra, fornecedores e para as próprias administradoras dos condomínios.

"Esse segmento tem acesso restrito a crédito por ser composto majoritariamente por funcionários que trabalham em pequenos e dispersos grupos", diz Munford. "Mesmo os condomínos têm acesso limitado a linhas baratas e longas de crédito.”

Com aporte 13 milhões de reais levantado em três meses com um rol de investidores institucionais como o fundo TAG e a Vila Velha Corretora, além de investidores-anjo, a CondoLivre atua de três maneiras inicialmente:

● Consignado privado para funcionários: Empréstimo com menores taxas e descontado direto na folha de pagamento aos funcionários das administradoras

● Fornecedores: Antecipação de recebíveis através de plataforma online integrada ao sistema de contas a pagar da administradoras

● Condomínios: Crédito de longo prazo para atender necessidades de investimentos e melhorias

Em pouco mais de três meses de operação a CondoLivre tem oito clientes, alguns deles de peso como a administradora de condomínios paulistana Lello. Juntos, os clientes somam 5.000 condomínios, 30.000 funcionários e 3.000 fornecedores.

Saiba o que acontece nos bastidores das principais startups do país. Assine a EXAME.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

 

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também