Acompanhe:

Como fazer um planejamento de resultados?

Tenha um plano para os próximos três anos, sugere especialista

Modo escuro

Continua após a publicidade
Gráfico (Dreamstime.com)

Gráfico (Dreamstime.com)

E
Editado por Priscila Zuini

Publicado em 8 de novembro de 2011 às, 15h17.

Como fazer um planejamento de resultados?
Respondido por Dariane Reis Fraga Castanheira, especialista em crédito

O Sebrae realizou um monitoramento sobre a sobrevivências das pequenas empresas paulistas por 10 anos. Esse estudo mostra que 62% encerram suas atividades até o quinto ano de atividade. De acordo com o estudo, isso ocorre por uma sucessão de falhas, dentre elas a ausência de um planejamento prévio adequado.

Planejar significa decidir antecipadamente, ou seja, escolher o que é melhor para a empresa antes de colocar em prática. Isso possibilita ter uma visão prévia do que poderá acontecer e, se for o caso, alterar as ações para que a empresa cumpra seus objetivos.

É importante que os empreendedores adotem um processo formal de planejamento de resultados, com um horizonte mínimo de 3 anos, envolvendo os planos estratégico e financeiro.

Primeiramente, o gestor deverá decidir sobre quais estratégias pretende adotar para cumprir os objetivos da empresa, definindo questões relacionadas aos produtos, mercados, tecnologia, inovação, qualidade e recursos humanos, informação e comunicação.

Após a escolha de qual direção seguir nos próximos anos, elabora-se o plano estratégico, detalhando as ações escolhidas, listando atividades (o que), responsáveis (quem) e as datas (quando) em que serão realizadas.

Definido o plano estratégico, o próximo passo é a elaboração do orçamento empresarial, que é o plano financeiro e cronológico para implementar as estratégias escolhidas para o próximo ano.

O orçamento envolve as projeções de receitas, custos (produção ou serviços), despesas (vendas, administrativas e financeiras) e investimentos, propiciando a elaboração da projeção do fluxo de caixa, da margem de contribuição dos produtos, do demonstrativo do lucro e do balanço patrimonial para o próximo ano.

Essas informações permitirão, antecipadamente, a realização de várias análises, como o cálculo da rentabilidade e da situação do caixa da empresa, propiciando inclusive verificar futuras necessidades, busca por financiamentos e alterações nas decisões de produtos e mercados.

As atividades de planejamento do resultado, juntamente com um controle eficiente, vão otimizar a gestão empresarial, no sentido de aumentar a riqueza dos sócios e permitindo a sua permanência no mercado.


Dariane Reis Fraga Castanheira
é mestre em administração, especialista em planejamento e controle financeiro e professora do PROCED/FIA.

Envie suas dúvidas sobre crédito para 

examecanalpme@abril.com.br

Últimas Notícias

Ver mais
Empreendedor Individual deve enviar declaração até dia 30 de junho; veja como fazer
seloPME

Empreendedor Individual deve enviar declaração até dia 30 de junho; veja como fazer

Há um ano

Além das salas de aula: 4 maneiras de aprender mais sobre empreendedorismo
seloPME

Além das salas de aula: 4 maneiras de aprender mais sobre empreendedorismo

Há um ano

Bolsonaro sanciona Pronampe; estimativa de crédito para MPEs é de R$ 50 bi
seloPME

Bolsonaro sanciona Pronampe; estimativa de crédito para MPEs é de R$ 50 bi

Há um ano

3 cases de inovação aberta - o que podemos aprender com eles?
seloPME

3 cases de inovação aberta - o que podemos aprender com eles?

Há um ano

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais