A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Como as startups podem ajudar a gerar os novos campeões olímpicos

Tecnologia das sports techs, dedicadas ao esporte, servem de ferramenta para que atletas de alta performance cheguem mais perto do ouro e de recordes mundiais

Caeleb Dressel, recordista olímpico no nado borboleta O nadador americano Caeleb Dressel, recordista olímpico em Tóquio: sports techs têm ajudado atletas a superar limites

O nadador americano Caeleb Dressel, recordista olímpico em Tóquio: sports techs têm ajudado atletas a superar limites (Maja Hitij/Getty Images)

Nos bastidores do principal evento esportivo do mundo, a tecnologia tem sido grande aliada. Mas, não é de hoje, e tampouco fica restrito às Olimpíadas de Tóquio o uso massivo de tecnologia seja ela na organização do evento ou à frente de recursos envolvendo mobilidade, acompanhamento de atletas e transmissão em tempo real.

Hoje, já existe até mesmo um nome para as pequenas empresas de base tecnológica que atuam com enfoque no mercado esportivo: sports techs. Um levantamento recente feito pela aceleradora Liga Ventures mostra que, apenas no Brasil, existem 104 sports techs em funcionamento.

As startups com soluções para o esporte foram divididas em 11 categorias. Entre elas serviços esportivos, apostas, gestão de treinos e inteligência de dados. Em comum, todas as empresas foram fundadas a partir de 2012.

Na primeira versão do estudo, divulgada no ano passado, o número de startups era ainda maior: 135 empresas. A redução, porém, é um reflexo natural à medida em que os pequenos negócios ganham tração no mercado. “Os impactos da pandemia também afetaram as startups de esporte, mas ao mesmo tempo, esse foi um momento em que as empresas que usam a tecnologia para além dos marketplaces pudessem ter espaço ainda maior no mercado”, diz Raphael Augusto, Diretor de Inteligência de Mercado da Liga Ventures.

Como as startups vão moldar os próximos recordistas olímpicos

O princípio básico das sports techs é unir esporte e tecnologia para ajudar no avanço do setor como um todo. A ideia é encontrar problemas e criar produtos e serviços para solucioná-los, assim como fazem as fintechs, edtechs e outras milhares de categorias de startups.

As startups podem ajudar a formar atletas mais conscientes de seu potencial físico a partir do uso de tecnologia. Com inteligência artificial e data analytics, as startups também se propõem a melhora do desempenho dos atletas e ajudar na prevenção de lesões, uma realidade comum entre os profissionais do setor.

Apesar do cenário otimista e que avalia o crescimento do segmento, o Brasil ainda tem muito a aprimorar para alcançar o patamar de outros países no que diz respeito ao incentivo e adoção de tecnologias no esporte. Nisso, as startups também podem ajudar.

Fato é que as Olimpíadas de Tóquio têm sido marcadas pela pandemia e pela diversidade de gênero e sexual, sendo uma das edições com a maior representatividade feminina da história e também a primeira na qual competem atletas transgêneros. Além disso tudo, a edição atual também reúne uma série de novos recordes olímpicos.

Um deles é o do nadador americano Caeleb Dressel, que fez o tempo mais rápido na prova de 100 metros no nado borboleta, com 49,45 segundos. O recorde anterior era de Michael Phelps, dono de 37 recordes mundiais (agora 36). No maior palco do mundo para atletas, outro destaque foi o norueguês Karsten Warholm, que venceu sua própria marca na corrida com obstáculos e fechou a prova aos 45,94 segundos. Novo recorde mundial.

Da tecnologia de carbono presente nos calçados dos corredores ao monitoramento e melhoria da performance em treinos antes mesmo das competições, as startups têm um vasto campo para inovação e assim, cada vez mais, contribuir com a geração de novos recordistas olímpicos. O racional por trás disso é simples: atletas com melhor preparação, conscientes de seu potencial e limitações físicas, têm performances ainda melhores e chegam mais perto não apenas do ouro, mas de marcos históricos.

O tamanho do mercado

O investimento em inovação no universo esportivo será exponencial, mostra um relatório da Markets and Markets. Até 2024, o mercado de tecnologia no esporte deve saltar de 8,9 bilhões de dólares para 31,1 bilhões de dólares.

Esse mesmo potencial de expansão também pode ser visto no Brasil, principalmente ao avaliar as oportunidades de negócio geradas a partir de problemas estruturais do esporte nacional que, segundo a pesquisa, são:

  • disparidade de receitas entre clubes;
  • concentração de investimentos no futebol;
  • pouco envolvimento e suporte do poder público;
  • estrutura pouco profissionalizada;
  • ausência de cultura digital nas  entidades esportivas.

Segundo Raphael Augusto, o primeiro passo nessa corrida contra a desvantagem mundial seria a profissionalização da própria gestão esportiva. “Para que qualquer clube, do maior ao clube de bairro, possa aproveitar das tecnologias que vêm das startups, é preciso uma capacitação e profissionalização”, diz. De acordo com o levantamento da Liga Ventures, existem hoje 12 startups no país dedicadas aos serviços esportivos, ou seja, que utilizam de ferramentas para oferecer educação e capacitação e outras soluções de gestão e de conexão de todos os elos da cadeia esportiva, dos atletas aos clubes.

Algumas iniciativas já existem para melhorar esse cenário. No Brasil, um dos projetos pioneiros de fomento a startups do setor é o Arena Hub, um centro de inovação e empreendedorismo para o esporte que conecta startups, entidades, investidores e grandes empresas. Já são mais de 90 startups, 30 entidades esportivas e 20 parceiros estratégicos associados ao Hub.

Em 2019, o BossaNova Investimentos, fundo de venture capital, lançou um comitê sports techs, para investir até 5 milhões de reais em soluções para o segmento de esportes. Sob liderança do Thiago Pereira, ex-nadador e atleta olímpico, e de outros membros e investidores, o comitê já investiu em três startups.

Para onde olhar daqui para frente

Sem fugir à regra do que tem sido observado — e intensificado  — durante a pandemia para a grande maioria dos setores, o primeiro movimento natural no esporte será o reforço de canais digitais. Nessa lógica entram os marketplaces, plataformas de vendas de itens, e também

Mas, em um segundo momento, o destaque estará em empresas capazes de melhorar a performance de atletas, o que consequentemente melhora o desempenho de clubes e instituições esportivas. “A busca será pela competitividade”, diz. Segundo Raphael Augusto, é possível mapear três principais tendência para o universo das sport techs no futuro:

1. Busca por engajamento

Uma importante vertical do futuro das sports techs considera todo o entorno da prática esportiva. No cálculo, entram publicidades e também interações com o público torcedor.

Os Jogos Olímpicos de 2021 colocam à prova a importância da proximidade com os fãs. Uma ferramenta lançada pelo Google permite assistir a alguns atletas usando o recurso de realidade aumentada, o famoso 3D. O recursos permite “ver” atletas como a tenista Naomi Osaka, a ginasta Simone Biles e a skatista brasileira Letícia Bufoni.

2. Um marketing para cada um

Pensando neste cenário de maior exposição, a tecnologia adotada por startups também vêm para personalizar a experiência de cada torcedor, de maneira individual. “Esse será um esforço das marcas, e vai refletir nas startups buscando trazer mais soluções nesse sentido”, diz Augusto.

O potencial é, de fato, enorme. Segundo uma pesquisa da empresa de dados alemã Statista, só nos Estados Unidos, o marketing de experiências tem movimentado cerca de 57,7 bilhões de dólares.

3. Busca pela performance

Para além do dia a dia do marketing e patrocínios esportivos, o mercado para a ciência de dados está cada vez mais aquecido no esporte. “Olhar para performance esportiva e trazer tecnologia comuns a outros segmentos para o setor de esportes, como transações financeiras por exemplo,  é a grande tendência”, diz Augusto.

Em Tóquio, por exemplo, a empresa dinamarquesa TrackMan auxilia, com sua tecnologia, os jogadores do time do Japão a melhorar o desempenho em busca da medalha na Olimpíada. Para isso, a empresa se vale de tecnologias semelhantes às utilizadas em radares aéreos das forças armadas para identificar e coletar dados de arremessos e tacadas. Com as informações, é possível treinar especificamente a técnica deficitária.

Quais são as startups?

Conheça 4 startups que têm ganhado espaço no mercado brasileiro ao unir esporte e tecnologia:

Sensorial Sports

Fundada em 2015, a Sensorial Sports quer melhorar a performance de atletas com a ajuda de estímulos cognitivos, a partir de treinamentos e avaliações. Para isso, usa tecnologias como imersão em realidade virtual, telas touch e mobile durante treinos e competições em mais de 25 modalidades esportivas. “Quando assistimos a algum esporte e vemos um atleta fazendo coisas impressionantes, sabemos que aquilo está relacionado ao cérebro e capacidades como atenção, velocidade de reação, precisão e agilidade”, diz o fundador da empresa, o neurocientista Milton Ávila.

A proposta da startup é fazer com que o cérebro de atletas funcione à base de dados, extraídos a partir da análise dos pontos fortes e fracos do desempenho individual do esportista. Esses dados ficam disponíveis não somente para o atleta, mas também toda a comissão técnica responsável por seu treinamento. Segundo Ávila, atletas que utilizaram os treinamentos da Sensorial Sports melhoraram indicadores de performance em até 20%

Em um aplicativo, a Sensorial Sports também reúne desafios cognitivos, situações simuladas com estímulos visuais ligados à área de atuação do usuário. Ainda em 2021, a startup deve ir além dos clubes e preparadores de atletas para lançar um aplicativo de desenvolvimento para pessoas comuns.

Fora do esporte, a empresa quer levar a neurociência às empresas. "Olhamos para as lideranças e para o papel estratégico dos líderes nas tomadas de decisão. Isso tudo passa pelas funções cerebrais”. Segundo Ávila, atletas com destaque na Olimpíada de Tóquio são usuários frequentes da startup (os nomes não puderam ser divulgados em virtude de contratos de confidencialidade). “Já impactamos milhares de atletas e alguns deles estão indo muito bem nas Olimpíadas”, diz. 

Load Control

João Claudino, fundador da Load Control João Claudino, fundador da Load Control

João Claudino, fundador da Load Control (Load Control/Divulgação)

Do ambiente acadêmico, João Claudino percebeu que seu projeto de graduação também era uma oportunidade de negócio. Assim surgiu em 2016 a Load Control, startup mineira de performance esportiva que tem como missão prevenir lesões em atletas a partir do controle de cargas. 

Por meio de um aplicativo para smartphones, a empresa permite que esportistas registrem dados de pré e pós-treino e, assim, são informados de possíveis lesões e são orientados sobre a quantidade correta de carga para cada treino — tudo para evitar desgastes físicos. Depois do treinamento, todas as informações são reunidas e enviadas ao treinador.

Como diferencial, Claudino destaca que a Load Control é, antes de mais nada, uma startup de ciência. “Usamos ciência e dados para que o atleta possa tomar as melhores decisões durante o treino”, explica o fundador. A jornada da Load Control começou no futebol, atendendo a times da série A a D e, pouco tempo depois, já incorporava outros esportes como basquete e atletismo.

Para o futuro, a empresa vai entrar no segmento de saúde, com uma solução para pessoas com doenças crônicas. O foco inicial devem ser os pacientes com diabetes, um público de 2 milhões de pessoas no país. A ideia é ter uma ferramenta que considere a condição de saúde para determinar hábitos mais saudáveis a partir do monitoramento do sono e controle de esforço, por exemplo  — algo também muito válido para o esporte.

RadarFit

Tatiany Duarte, Jade Utsch e Jennifer De Faria, sócias da RadarFit Tatiany Duarte, Jade Utsch e Jennifer De Faria, sócias da RadarFit

Tatiany Duarte, Jade Utsch e Jennifer De Faria, sócias da RadarFit (RadarFit/Reprodução)

A RadarFit desenvolveu um jogo para estimular a adoção de hábitos mais saudáveis. Para quem já tem uma rotina equilibrada, o aplicativo se propõe a gerir metas e controlar tim tim por tim tim para que os hábitos não sejam deixados de lado. Tudo isso é feito a partir de uma inteligência artificial que recomenda as melhores ações, com base em um cadastro com informações básicas e objetivos de saúde de cada usuário. 

Para os atletas, a solução também pode vir a calhar. A RadarFit consolida, em uma única plataforma, as recomendações personalizadas de refeições, intensidade de treinos diários, exercícios de mindfulness, entre outros. A cada “tarefa” cumprida (devidamente comprovadas por fotos enviadas ao time de curadoria do app), o usuário ganha fitcoins, moedas digitais da startup que podem ser trocadas por prêmios. “A RadarFit tenta resolver um problema estrutural, que é a falta de estímulo para se ter uma vida saudável pela falta de resultados imediatos. As recompensas ajudam nisso”, diz Jade Utsch, CEO da RadarFit.

Com a explosão da onda fitness que veio com a pandemia e o maior tempo em casa, a RadarFit também teve um ano de crescimento exponencial, segundo a empreendedora. Além da solução B2C para pessoas físicas, agora a startup também mira empresas preocupadas com a saúde dos funcionários com programas completos de bem-estar.

Next Fit

Douglas Freitas, CEO da Next Fit Douglas Freitas, CEO da Next Fit

Douglas Freitas, CEO da Next Fit (Next Fit/Divulgação)

A Next Fit nasceu em 2018 para ser uma solução inteligente de gestão e apoio para academias. O fundador da empresa, Douglas Freitas, percebia uma grande ineficiência no mundo das academias de pequeno porte no que diz respeito ao controle financeiro e até mesmo métricas capazes de mostrar o nível de desistência de alunos. 

A proposta era trazer um sistema de gestão intuitivo e capaz de “tornar cada pequena academia em uma Smartfit”, conta o fundador. A empresa faz isso com a ajuda de uma plataforma digital que mensura, entre outras coisas, a taxa de inadimplência de alunos, o fluxo de caixa e evasão, gerando mais de 60 tipos de gráficos e relatórios.

Como fechamento das academias durante a pandemia, a Next Fit apostou na profissionalização do portfólio, ajudando os profissionais a migrarem para o ambiente online. "Entendemos que tínhamos de ajudar os donos de academia a profissionalizar produtos online nos quais ainda não apostavam. Entregamos cartilhas e ensinamos como gravar aulas por vídeo, por exemplo”.

Já são mais de 1.000 academias no portfólio e 5.000 profissionais acessando a plataforma diariamente, pelos cálculos da empresa. “Crescemos 20% ao mês, mesmo com a pandemia”. Mas as chances de crescimento, segundo Freitas, ainda são enormes. “Estamos vivenciando um momento sem igual quando falamos de preocupação com a saúde, e o mercado ainda é jovem. Pretendemos dobrar a base para pelo menos 2.000 academias até o final do ano”, diz.

As 104 sports techs do Brasil

Nome da Startup Site Categoria
App7 Sistemas https://app7sistemas.com Apostas Esportivas
Merca Do Bet http://www.mercadobet.com.br Apostas Esportivas
Quero Apostar https://www.queroapostar.com Apostas Esportivas
StockSports http://www.stocksports.com.br Apostas Esportivas
Ole Coin https://olesports.io Blockchain e Serviços Financeiros
Sportcash One https://sportcash.one Blockchain e Serviços Financeiros
StadiumGo! StadiumGo.io Blockchain e Serviços Financeiros
2Morrow Sports http://www.2morrowsports.com.br Ciência de dados e Inteligência artificial
Armatore https://www.armatorems.com Ciência de dados e Inteligência artificial
Fight Analytics https://fightanalytics.cc Ciência de dados e Inteligência artificial
getcoach https://getcoach.space/ Ciência de dados e Inteligência artificial
iSPORTiSTiCS https://www.isportistics.com Ciência de dados e Inteligência artificial
Joga https://wearejoga.com Ciência de dados e Inteligência artificial
SportsMatch http://www.sportsmatch.com.br Ciência de dados e Inteligência artificial
TacticUP https://www.tacticup.com.br Ciência de dados e Inteligência artificial
AtletasNow https://atletasnow.com/ Conexão e Busca por Oportunidades
Base FC https://www.basefc.com.br/ Conexão e Busca por Oportunidades
BeTheNext https://bethenext.co/ Conexão e Busca por Oportunidades
Bjj Progress https://www.bjjprogress.com.br/ Conexão e Busca por Oportunidades
Esporte Educa https://www.esporteeduca.com.br/ Conexão e Busca por Oportunidades
Gymgles https://www.gymgles.com/ Conexão e Busca por Oportunidades
Tero https://tero.app/ Conexão e Busca por Oportunidades
Treinarme https://www.treinar.me/ Conexão e Busca por Oportunidades
Bola Presa https://bolapresa.com.br Conteúdo Digital & Streaming
Broou https://www.broou.com/?app=true Conteúdo Digital & Streaming
Dale https://www.daleapp.com.br/ Conteúdo Digital & Streaming
Footure https://footure.com.br/ Conteúdo Digital & Streaming
Meu Replay https://meureplay.online Conteúdo Digital & Streaming
NSporsts https://www.tvnsports.com.br Conteúdo Digital & Streaming
Quero Pedalar https://www.queropedalar.com.br Conteúdo Digital & Streaming
Stadyo https://www.stadyo.com Conteúdo Digital & Streaming
Torcedores.com https://www.torcedores.com Conteúdo Digital & Streaming
4Gym https://www.4gym.com.br Gestão de Academias, Box e Quadras
Beats Code https://beatscode.com Gestão de Academias, Box e Quadras
Cloud Gym https://cloudgym.io Gestão de Academias, Box e Quadras
Crossx http://appcrossx.com/ Gestão de Academias, Box e Quadras
Next Fit https://nextfit.com.br/ Gestão de Academias, Box e Quadras
Pro-Treino https://www.pro-treino.com/home Gestão de Academias, Box e Quadras
SogniSport https://www.sognisport.com.br/ Gestão de Academias, Box e Quadras
Wodenage https://wodengage.com Gestão de Academias, Box e Quadras
FanHub https://www.fanhub.com.br/ Gestão de Clubes e Projetos de Marketing
Feng Brasil https://www.fengbrasil.com.br Gestão de Clubes e Projetos de Marketing
Pro Soccer https://prosoccerapp.com.br Gestão de Clubes e Projetos de Marketing
Rede Do Futebol https://www.rededofutebol.com.br/portal Gestão de Clubes e Projetos de Marketing
Tacticalpad https://www.tacticalpad.com/new Gestão de Clubes e Projetos de Marketing
Appito https://appito.com Gestão de Jogos, Torneios e Evento
Atletis https://atletis.com.br Gestão de Jogos, Torneios e Evento
Borajogar http://www.borajogarapp.com Gestão de Jogos, Torneios e Evento
Chega+ https://chegamaisapp.com Gestão de Jogos, Torneios e Evento
fastis.com https://www.fastis.com/ Gestão de Jogos, Torneios e Evento
Ifut https://www.ifut.com.br Gestão de Jogos, Torneios e Evento
Inova Sports http://www.inovasports.com.br Gestão de Jogos, Torneios e Evento
Joga http://www.jogaojogo.com.br Gestão de Jogos, Torneios e Evento
KNSports https://knsports.com.br Gestão de Jogos, Torneios e Evento
LetzPlay https://lptennis.com/home Gestão de Jogos, Torneios e Evento
Mbw Sports https://www.mbwsports.com.br Gestão de Jogos, Torneios e Evento
Mercado Popular Da Bola https://mercadopopulardabola.com.br Gestão de Jogos, Torneios e Evento
Rakete https://www.rakete.com.br/ Gestão de Jogos, Torneios e Evento
Ritmo Do Esporte http://www.ritmodoesporte.com.br Gestão de Jogos, Torneios e Evento
Sport Commit https://sportcommit.com Gestão de Jogos, Torneios e Evento
SporTi https://sporti.com.br Gestão de Jogos, Torneios e Evento
VárzeaFut https://www.varzeafut.com.br/ Gestão de Jogos, Torneios e Evento
Webcup https://www.webcup.com.br Gestão de Jogos, Torneios e Evento
Ânimo https://queroanimo.com Gestão de Treinos e Exercícios
Biotreino https://www.biotreino.com.br Gestão de Treinos e Exercícios
Btfit https://bt.fit/pt Gestão de Treinos e Exercícios
Fit Anywhere https://fitanyw.com.br/ Gestão de Treinos e Exercícios
Gogood https://gogood.com.br Gestão de Treinos e Exercícios
Grupo RTF https://espaco.autoridadefitness.com/ Gestão de Treinos e Exercícios
Liftyou https://www.liftyou.com.br Gestão de Treinos e Exercícios
MFIT Personal https://mfitpersonal.com.br Gestão de Treinos e Exercícios
Mobitrainer https://mobitrainer.com.br Gestão de Treinos e Exercícios
Nexur https://aplicativonexur.com.br Gestão de Treinos e Exercícios
Runbr http://www.runbr.com.br Gestão de Treinos e Exercícios
Sisrun https://sisrun.com.br Gestão de Treinos e Exercícios
Treinus https://www.treinus.com.br Gestão de Treinos e Exercícios
Wiki4Fit https://wiki4fit.com.br Gestão de Treinos e Exercícios
Allness https://allness.com.br/home# Marketplace
Goleiro De Aluguel https://goleirodealuguel.com.br/ Marketplace
Hora do Treino https://horadotreino.com.br/ Marketplace
Liga das Maratonas http://www.ligadasmaratonas.com.br Marketplace
Meu Kimono https://www.meukimono.com.br Marketplace
MMApp https://www.mmapp.com.br/ Marketplace
Pink Cheeks https://www.pinkcheeks.com.br Marketplace
Semexe https://www.semexe.com Marketplace
Sportbr https://www.sportbr.com.br Marketplace
Voit https://voit.co Marketplace
Fit Check https://www.blog.fitcheck.com.br/ Performance Esportiva
Load Control https://loadcontrolapp.com Performance Esportiva
Neuroesporte https://neuroesporte.com.br Performance Esportiva
Phast App https://phast.com.br Performance Esportiva
Sensorial Sports https://sensorialsports.com Performance Esportiva
Spartacool https://www.spartacool.com Performance Esportiva
Futebol Interativo https://www.futebolinterativo.com.br Serviços Esportivos
Futsalonair https://www.futsalonair.com.br/pages/3-home Serviços Esportivos
Gympass https://www.gympass.com Serviços Esportivos
Mais Torcida maistorcida.com Serviços Esportivos
Nutrieduc https://nutrieduc.com.br Serviços Esportivos
Sou Sports http://www.sousports.com.br Serviços Esportivos
Soul Brasil https://www.soulbrasil.co Serviços Esportivos
SportsJob http://www.sportsjob.com.br Serviços Esportivos
SustenCard http://www.sustencard.eco.br Serviços Esportivos
The 360 https://the360.com.br Serviços Esportivos
Unisport https://unisportbrasil.com.br Serviços Esportivos

Saiba o que acontece nos bastidores das principais startups do país. Assine a EXAME.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também