PME

A Bloomberg das empresas

Ignacio García, da Tree Intelligence, que desenvolve sistemas que monitoram métricas, notícias e dados capturados na internet sobre determinados setores da indústria

Ignacio García, da Tree Intelligence: desenvolve sistemas que monitoram métricas, notícias e dados capturados na internet sobre determinados setores da indústria (Michel Téo Sin / EXAME PME)

Ignacio García, da Tree Intelligence: desenvolve sistemas que monitoram métricas, notícias e dados capturados na internet sobre determinados setores da indústria (Michel Téo Sin / EXAME PME)

DR

Da Redação

Publicado em 4 de maio de 2015 às 15h07.

São Paulo - Os antropólogos, jornalistas e programadores que trabalham na paulistana Tree Intelligence passam os dias monitorando redes sociais, notícias e tendências colhidas na internet sobre alguns setores da indústria, como cosméticos e alimentos. “Somos curadores da informação”, diz o antropólogo Ignacio García, de 36 anos, sócio do negócio.

Natura, Braskem e Vivo são exemplos de empresas que contratam a Tree para saber o que está sendo discutido por estudiosos e formadores de opinião e quais são as novidades em suas áreas. Um painel eletrônico, atualizado em tempo real, exibe textos, vídeos e gráficos considerados mais relevantes para os clientes.

É algo parecido com o que a agência de notícias americana Bloomberg produz para o mercado financeiro. “Algumas empresas colocam nosso sistema em TVs instaladas nos departamentos comercial e de marketing”, diz García. “Os dados ajudam a criar produtos, campanhas de marketing e planos de expansão.”

Antes de fundar a Tree, em 2012, García era pesquisador econômico. “Percebi que os dados públicos na web podem ser valiosos para as empresas depois de analisados e interpretados”, diz ele.

Acompanhe tudo sobre:InternetMercado financeiroRedes sociais

Mais de PME

MEI: conheça a categoria empresarial que conta com mais de 12 milhões de empreendedores

Simples Nacional: o que é o regime tributário, quais são as vantagens e requisitos para aderir?

Mais na Exame