Vendas da Colgate caem 3,2% no trimestre por dólar forte

Vendas orgânicas da empresa, excluindo o impacto de câmbio, aquisições e desinvestimentos, subiram 6 por cento no quarto trimestre

	Colgate: vendas orgânicas da empresa, excluindo o impacto de câmbio, aquisições e desinvestimentos, subiram 6 por cento no quarto trimestre
 (Susana Gonzalez/Bloomberg)
Colgate: vendas orgânicas da empresa, excluindo o impacto de câmbio, aquisições e desinvestimentos, subiram 6 por cento no quarto trimestre (Susana Gonzalez/Bloomberg)
Por Da RedaçãoPublicado em 29/01/2015 10:36 | Última atualização em 29/01/2015 10:36Tempo de Leitura: 1 min de leitura

A Colgate-Palmolive, maior fabricante mundial de pasta de dente em participação de mercado, teve queda de 3,2 por cento na receita trimestral devido ao dólar mais forte.

As vendas orgânicas da empresa, excluindo o impacto de câmbio, aquisições e desinvestimentos, subiram 6 por cento no quarto trimestre.

O lucro líquido atribuível à Colgate subiu a 628 milhões de dólares, ou 0,68 dólar por ação, ante 564 milhões, ou 0,60 dólares por papel, um ano antes. A receita caiu para 4,22 bilhões ante 4,36 bilhões de dólares.