Subsidiária da GDF Suez compra brasileira EMAC

Companhia busca atender a demanda do mercado brasileiro em serviços de eficiência energética com aquisição

São Paulo – A GDF Suez adquiriu, por meio de sua subsidiária Cofely do Brasil, 51 por cento da EMAC, companhia brasileira especializada na manutenção de sistemas de ar condicionado e outros serviços, com objetivo de atender a demanda do mercado brasileiro em serviços de eficiência energética.

A transição deve ser concluída até o final do ano, informou a GDF Suez em comunicado nesta segunda-feira, sem divulgar os valores da transação.

“Esta aquisição permitirá à GDF Suez e à sua subsidiária Cofely desenvolver contratos de desempenho energético ou do tipo construção, operação e transferência (BOT em inglês) para os sistemas de ar condicionado de clientes comerciais e industriais”, informou a empresa.

A EMAC foi fundada em 1976 e é uma empresa de engenharia que atua no setor de operação e manutenção de sistemas de ar condicionado, ventilação e aquecimento (HVAC), além de serviços relacionados aos setores industrial e terciário no Brasil.

A empresa tem 850 funcionários e opera em mais de 15 estados brasileiros com 450 clientes, entre eles Bradesco, Cemig, Petrobras, Santander e Vale.

A EMAC, sediada em Belo Horizonte, continuará a ser dirigida por seus fundadores.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.