Negócios
Acompanhe:

O plano da Sestini para o primeiro volta às aulas pós pandemia

Período de volta às aulas representa 60% das vendas da Sestini no ano

Sestini: com novos licenciamentos, expectativa é superar o resultado de 2019 (Sestini/Divulgação)

Sestini: com novos licenciamentos, expectativa é superar o resultado de 2019 (Sestini/Divulgação)

I
Isabela Rovaroto

17 de janeiro de 2023, 07h26

O varejo de materiais escolares está otimista com a volta às aulas pela primeira vez desde o início da pandemia. Nos últimos dois anos, o consumo de mochilas, estojos e lancheiras foi impactado pelo fechamento das escolas. Depois de um longo período de turbulências, o volta às aulas de 2023 indica melhora do segmento.

"No começo do ano passado, nós vivemos um período de muitas incertezas. A gente tinha um modelo híbrido, com algumas escolas voltando, outras não. Nós também tínhamos limitação de compra e não conseguimos desenvolver novas licenças. Foi um ano sem novas coleções, com a comercialização do estoque já contido dentro da companhia", diz  Regina Schneidewind, co-CEO da Sestini.

A Sestini, referência em malas, mochilas e acessórios, é uma das marcas preparadas para voltar a crescer neste começo de ano. Na verdade, o volta às aulas começou em outubro, quando são feitas as venadas para as lojas multimarcas. Esse período representa 60% das vendas da marca no ano.

A varejista comemora o dobro de vendas para lojas multicanais em comparação para 2019, um bom indicativo de que a pandemia ficou para trás. A expectativa é de que as vendas diretas também aumentem em janeiro.

"Desde outubro nós estamos realizando vendas para o canal multimarcas. O estoque todo foi vendido e nós estamos nos preparando para ter um bom resultado no varejo direto também. A expectativa é vender o dobro nas nossas 65 lojas também", diz Schneidewind.

Novas licenças em 2023

A diversidade de personagens e temas no universo infantil cresce a cada ano. A ideia de um único modelo para meninas e outro para meninos não contempla mais a realidade das crianças, explica a CEO.

Visando oferecer mais opções, a Sestini anunciou novos licenciamentos para a coleção de 2023: Minions, Minecraft, Jurassic World, PSG, NBA, entre outros.

“A Sestini apostou em grandes licenças e novidades das linhas próprias para o período de volta às aulas em 2023. Nos preparamos o ano inteiro, considerando todo o processo de importação dos produtos e as estratégias para todos os canais da companhia”, diz.

Para atrair mais clientes neste período, a marca fará uma promoção durante a campanha de volta às aulas durante o mês de janeiro. O cliente que comprar qualquer produto das licenças oficiais da Universal (Minions, Jurassic World, A Casa Mágica da Gabby e ET) poderá concorrer a uma viagem com a família para os parques da Universal Orlando Resort, na Flórida. A promoção será válida para todo varejo, lojas multimarcas e e-commerce.

VEJA TAMBÉM:

Material escolar: imposto representa até 50% do preço do produto

Aos 28, ela comanda e-commerce de joias em prata e fatura R$ 13 milhões

Ele foi chamado de "doente" ao vender casa para investir no negócio. Agora, fatura R$ 200 milhões