Santander prevê que até 30% de seus lucros venham do Brasil em dois anos

Banco manterá estratégia de expansão no mercado brasileiro e projeta ampliação de 15% nos ganhos em 2011

Rio de Janeiro - O Brasil pode representar até 30% dos lucros do Grupo Santander em dois anos, afirmou nesta segunda-feira o presidente da divisão brasileira do banco, Marcial Portela.

'É razoável pensar que o peso do Santander Brasil tenda a crescer e chegue a 30% nos próximos dois anos', disse Portela em entrevista coletiva no Rio de Janeiro.

Atualmente, o Brasil é o principal mercado do Santander, ao fornecer 25% dos lucros da multinacional, uma participação que supera até mesmo os resultados registrados na Espanha, país de origem do banco.

A expectativa do Santander Brasil é fechar 2011 com um aumento de 15% de seus lucros líquidos. Portela disse que o banco manterá sua estratégia de expansão no mercado nacional.

Para ele, a situação econômica do Brasil é privilegiada em comparação com o resto do mundo, pois o país está 'bem protegido' contra a crise.


O diretor indicou que o banco vai 'continuar com atividades muito intensas' em todo o Brasil, buscando especialmente aumentar sua oferta de microcréditos, segmento em que é líder no país, e vai expandir sua rede de filiais.

O Santander prevê inaugurar entre 100 e 120 filiais por ano até 2014. Atualmente, a rede brasileira do banco consta de 2.294 agências, 18.342 caixas automáticos e 1.437 pontos de atendimento ao cliente.

Neste ano, o Santander abriu 93 novas filiais no Brasil, incluindo uma agência inaugurada nesta segunda-feira por Portela na favela Vila Cruzeiro do Rio de Janeiro.

Esta é a segunda filial do Santander em uma favela do Rio de Janeiro, depois da unidade inaugurada em meados de 2010 no Complexo do Alemão, que atende a cerca de 1,2 mil clientes e cerca de 100 pequenas empresas, segundo dados do banco.

Portela destacou que o Santander pretende abrir novas filiais em outras favelas, no Rio de Janeiro, São Paulo e provavelmente outras cidades brasileiras.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.