Rodobens eleva em 80% as vendas no primeiro semestre

Lançamentos cresceram 65% no período e alcançaram 438 milhões de reais
Projeto Moradas: casas para baixa renda impulsionaram vendas da Rodobens (.)
Projeto Moradas: casas para baixa renda impulsionaram vendas da Rodobens (.)
M
Márcio JuliboniPublicado em 10/10/2010 às 03:39.

São Paulo - Depois da Even e da PDG Realty, mais uma incorporadora aproveitou a semana para divulgar dados prévios do primeiro semestre: a Rodobens Negócios Imobiliários. A empresa informou que encerrou junho com 414 milhões de reais em vendas contratadas, referentes a 6.377 unidades. A cifra é 80% superior à do mesmo período do ano passado. Somente no segundo trimestre, o volume contratado ficou em 238 milhões de reais, com 3.788 imóveis vendidos.

A companhia alcançou 438 milhões de reais em lançamentos no semestre, assinalando um acréscimo de 65% sobre a comparação. Foram lançadas 7.108 unidades na primeira metade do ano. Entre abril e junho, o valor geral de vendas dos lançamentos (VGV, que indica quanto a empresa faturaria se todas as unidades fossem vendidas ao preço de tabela) somou 262 milhões de reais, relativos a 4.427 unidades ofertadas.

A estratégia da companhia foi focar em imóveis para as classes emergentes. O carro-chefe do semestre foi o projeto Moradas. Trata-se de condomínios de casas de dois dormitórios, com preço médio entre 60.000 reais e 87.000 reais e voltado para famílias com renda mensal entre três e cinco salários mínimos. Esses empreendimentos representaram um VGV lançado de 111 milhões de reais no primeiro trimestre, e de 174 milhões no segundo.

Sinal do aquecimento do mercado imobiliário, a Rodobens registrou uma aceleração no ritmo de vendas. O indicador que o mede, chamado de vendas sobre oferta (VSO), ficou em 33% no trimestre. Ou seja, o volume vendido no período correspondeu a 33% de tudo o que a empresa oferecia. No primeiro trimestre, essa taxa foi de 28%. Para a Rodobens, o aumento do VSO representa "um crescimento significativo em relação aos trimestres anteriores." Outra informação destacada pela companhia é que 51% dos lançamentos foram vendidos no próprio trimestre. A empresa ainda não informou quando divulgará os resultados financeiros do segundo trimestre.