Renova Energia contrata empréstimo de R$ 20 mi com controladora Cemig

O objetivo da operação é a Renova manter suas atividades após ter apresentado pedido de recuperação judicial em dezembro

São Paulo - A elétrica Renova Energia firmou a contratação de um novo empréstimo de 20 milhões de reais junto à sua controladora, a estatal mineira Cemig , para manter suas atividades após ter apresentado pedido de recuperação judicial em dezembro.

Com essa operação, do tipo "debtor-in-possession", a Renova atinge o valor de 36,5 milhões de reais obtidos junto à Cemig em operações de mútuo desde a recuperação judicial, informou a empresa em comunicado na noite de segunda-feira.

A Renova tem como controladores a Cemig e o fundo de investimentos em participações CG I, dos sócios-fundadores Renato do Amaral e Ricardo Delneri.

 

A empresa de geração renovável entrou com pedido de proteção contra credores com dívidas listadas em 3,1 bilhões de reais após o fracasso de uma negociação para venda de ativos à AES Tietê no ano passado.

Os recursos obtidos com a Cemig foram apontados como necessários para "as despesas de manutenção das atividades da companhia e suas controladas", segundo o comunicado da Renova.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.