Negócios

Pfizer fecha compra da Teuto

Aquisição deve ser anunciada nesta semana

Pfizer: a farmacêutica desembolsará cerca de R$ 500 milhões por 40% da Teuto (Viagem e Turismo)

Pfizer: a farmacêutica desembolsará cerca de R$ 500 milhões por 40% da Teuto (Viagem e Turismo)

DR

Da Redação

Publicado em 25 de maio de 2011 às 20h23.

A americana Pfizer, maior empresa farmacêutica do mundo, deve anunciar nesta semana a compra do laboratório brasileiro Teuto. Segundo EXAME apurou, as negociações estão praticamente concluídas e a assinatura do contrato é esperada para os próximos dias.

A Teuto é assessorada pelo banco de investimentos BTG Pactual. A Pfizer é assessorada pelo banco americano Goldman Sachs.

Num primeiro momento, a Pfizer desembolsará cerca de 500 milhões de reais por 40% da Teuto. O restante das ações será comprado nos próximos cinco anos, e o valor total dependerá do desempenho da empresa no período – caso metas de geração de caixa sejam atingidas, a empresa pode valer até três bilhões de reais ao fim do processo.

As negociações entre as duas empresas sofreram idas e vindas nos últimos meses. A transação quase foi fechada em abril, mas entrou em banho-maria. No setor, o fracasso do negócio era dado como certo.

A Teuto informou que não comentará o assunto. A assessoria de imprensa da Pfizer enviou a EXAME um comunicado informando que a empresa tem interesse em crescer em mercados emergentes como o Brasil.

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas americanasFarmáciasPfizerSetor farmacêuticoTeuto

Mais de Negócios

Como linhas de crédito para COP vão ajudar Dona Lúcia, cozinheira que mudou o modo de comer no Pará

Justiça aceita pedido de recuperação judicial da Casa do Pão de Queijo

De pequena farmácia a gigante da beleza, como O Boticário virou um fenômeno com R$ 30 bi em vendas

Smart Fit compra rede de estúdios Velocity por R$ 183 milhões

Mais na Exame