Pfizer cortará 600 postos de trabalho, diz imprensa

Empresa farmacêutica pretende realizar cortes para compensar a perda da patente do remédio contra colesterol Lipitor

A farmacêutica Pfizer pretende cortar quase 600 postos de trabalho para compensar a perda da patente do remédio contra colesterol Lipitor, informou a agência de notícias Bloomberg.

As demissões atingirão 20 por cento de um quadro de vendas, afirmou a Bloomberg, citando uma fonte próxima ao assunto.

Em novembro de 2011, a Pfizer perdeu nos Estados Unidos a patente do Lipitor, cujas vendas anuais passam de 10 bilhões de dólares. A fabricante norte-americana vem se esmerando para cortar custos diante da perda de mercado para os genéricos.

O porta-voz da Pfizer, MacKay Jimeson, negou-se a confirmar o número de demissões, mas disse que a companhia fará "mudanças nos quadros de alguns segmentos para atender às futuras necessidades da empresa".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também