Petrobras poderá importar gás da Bolívia até dezembro

O MME prorrogou a autorização para a empresa importar gás natural da Bolívia para abastecer a Usina Termelétrica Mário Covas e a Companhia Mato-Grossense de Gás (MTGás)

Brasília – O Ministério de Minas e Energia (MME) prorrogou para 31 de dezembro deste ano a autorização para a Petrobras importar gás natural da Bolívia para abastecer a Usina Termelétrica Mário Covas e a Companhia Mato-Grossense de Gás (MTGás).

Portaria publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União altera uma outra portaria do MME que autorizava a importação até dezembro do ano passado.

O volume do gás natural a ser adquirido é de 2,24 milhões de metros cúbicos por dia, por meio do Gasoduto Lateral-Cuiabá.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.