GVT e Vivo podem equilibrar mercado no país, diz Amos Genish

Segundo ele, a parceria permite que a GVT aumente sua presença em São Paulo e amplie seus serviços em mobilidade

São Paulo - O presidente da GVT, Amos Genish, afirmou nesta quinta-feira, 15, que a aquisição da empresa pela Telefônica/Vivo pode ajudar a equilibrar os mercados brasileiros de banda larga e TV por assinatura, atualmente liderados pela Net. Segundo ele, a parceria permite que a GVT aumente sua presença em São Paulo e amplie seus serviços em mobilidade.

"A associação com a Telefônica vai nos beneficiar nesses aspectos, garantiu Genish. "É uma combinação vencedora que vai fortalecer nossa presença no País."

Em entrevista a jornalistas, o empresário disse que as estratégias das empresas no segmento de banda larga são bem parecidas. Ele afirmou que o foco de investimentos da GVT em tecnologia de fibra ótica deve continuar mesmo após a aquisição.

Questionado, Genish se recusou a responder se a marca GVT continuará a existir após a aquisição. Ele também não quis dizer se continuará na empresa e lembrou que não pode conversar com a Telefônica sobre o futuro da companhia até que o processo seja aprovado pela Anatel e pelo Cade.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.