Negócios

Grupo chinês anuncia fábrica para 1 bi doses da vacina Pfizer-BioNTech

Nova fábrica deverá ter capacidade de produzir 1 bilhão de doses do imunizante contra a Covid-19 por ano; empresas investem 200 milhões de dólares em joint venture

Shangai Fuson e BioNTech anunciam parceria para fabricar 1 bilhão de doses de vacina por ano (Justin Tallis/Pool/Getty Images)

Shangai Fuson e BioNTech anunciam parceria para fabricar 1 bilhão de doses de vacina por ano (Justin Tallis/Pool/Getty Images)

Carla Aranha
Carla Aranha

9 de maio de 2021, 12h32

A chinesa Shangai Fosun, um dos maiores grupos farmacêuticos do mundo, anunciou que deverá formar em uma joint venture de 200 milhões de dólares com a BionNTech, da Alemanha, para construir uma fábrica de vacinas na China com capacidade para produzir 1 bilhão de doses por ano. Cada uma das partes terá direito a 50% dos rendimentos do novo empreendimento, informou o jornal South Morning Post.

O grupo chinês se compromoteu em realizar um aporte de 100 milhões de dólares em capital e na construção da fábrica. A BioNTech deverá investir outros 100 milhões de dólares em tecnologias de produção e uma licença proprietária.

Em um comunicado enviado à Bolsa de Valores de Xangai, a empresa disse que irá "providenciar a construção da unidade, que terá a capacidade de produzir mais de 1 bilhão de doses anuais da vacina contra o coronavírus". A Shangai Fosun também deverá conceder empréstimos de até 182,4 milhões de dólares para a nova fábrica.

O anúncio do acordo entre as duas empresas ocorre em um momento no qual os países discutem se renunciam às patentes das vacinas contra Covid-19, com possíveis impactos sobre o valor das licenças de fabricação. A Alemanha, sede da BionNTech, se declarou contrária à proposta apoiada pelos Estados Unidos, Índia e África do Sul para a quebra de patentes.

A China é o país que mais aplicou doses do imunizante até hoje. Mais de 317 milhões de chineses já foram vacinados, diante de 257 milhões de americanos, 167,5 milhões de indianos e 52,4 milhões de britânicos.

  • Quer saber tudo sobre o ritmo da vacinação contra a covid-19 no Brasil e no Mundo? Assine a EXAME e fique por dentro.