Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:
seloNegócios

Getninjas demite 20% do quadro de funcionários, incluindo parte da diretoria

No primeiro trimestre do ano, a empresa registrou prejuízo de R$ 2,1 milhões; o número é melhor que o resultado de 2021, mas traz desafios para o negócios

Modo escuro

A decisão, segundo a empresa, é uma forma de a companhia responder ao cenário macroeconômico, com juros, em inflação em alta e crédito escasso (GetNinjas/Divulgação)

A decisão, segundo a empresa, é uma forma de a companhia responder ao cenário macroeconômico, com juros, em inflação em alta e crédito escasso (GetNinjas/Divulgação)

A onda de demissões segue afetando as empresas de tecnologias brasileiras. Nos últimos dias, a Quanto dispensou de 85% do quadro de funcionários e a Getninjas acaba de demitir 20% do time, incluindo quatro profissionais que ocupavam cargos de diretoria na empresa.

A decisão, segundo a empresa, é uma forma de a companhia responder ao cenário macroeconômico, com juros, em inflação em alta e crédito escasso.

"A recente movimentação e reestruturação da companhia tem como objetivo adequar as despesas e preparar o negócio para o futuro, mantendo seu crescimento com sustentabilidade", afirma a empresa em comunicado à imprensa. No último balanço, o número total de funcionários informado era de 194.

Qual a situação da empresa

O balanço do primeiro trimestre do ano mostrou um faturamento de 15,8 milhões, alta de 1% em relação aos três primeiros meses do ano passado. O resultado trouxe também que a empresa diminuiu o prejuízo em relação ao exercício anterior, de 3,7 milhões em em 2021 para 2,1 milhões no início deste ano.

A melhora nas contas veio como efeito da redução dos custos, em marketing, por exemplo, área em que cortou 25% dos investimentos, após reduções de 80% em 2020. E ainda o que a empresa chama de despesas comerciais.

Em entrevista à EXAME no início do mês, Eduardo L'Hotellier,  fundador e CEO da Getninjas, afirmou que o ritmo de corte de despesas deve seguir o mesmo como uma estratégia para enfrentar um ano ainda adverso para o modelo de negócio da companhia, com demanda fraca da classe média. "Será um ano de eficiência", disse. 

Apesar da melhorias operacionais, o executivo não quis projetar um cenário de quando a GetNinjas deve voltar ao azul.

Veja o posicionamento na íntegra da startup

"Diante do cenário desafiador vivido no mercado atual, a recente movimentação e reestruturação da companhia tem como objetivo adequar as despesas e preparar o negócio para o futuro, mantendo seu crescimento com sustentabilidade. Reiteramos ainda, que o corte de 20% do quadro não afeta o ritmo da companhia, a plataforma segue no seu devido funcionamento e que a saída de parte da diretoria faz parte do projeto de reestruturação da empresa.

O GetNinjas agradece o trabalho e dedicação de todos os colaboradores que foram desligados, e permaneceremos os apoiando para uma recolocação. Declaramos também que estenderemos por três meses os benefícios de saúde aos colaboradores impactados por esta movimentação."

Créditos

Últimas Notícias

ver mais
Startup chinesa de caminhões autônomos, TuSimple, pretende entrar no mercado japonês
seloNegócios

Startup chinesa de caminhões autônomos, TuSimple, pretende entrar no mercado japonês

Há 5 horas
Virgin Atlantic aposta no Carnaval ao anunciar voo para São Paulo — e prefeito do Rio responde
seloNegócios

Virgin Atlantic aposta no Carnaval ao anunciar voo para São Paulo — e prefeito do Rio responde

Há 5 horas
Descontos de até R$19 mil: montadoras reduzem preços de carros populares além do esperado
seloNegócios

Descontos de até R$19 mil: montadoras reduzem preços de carros populares além do esperado

Há 7 horas
EXAME libera 2 mil vagas para 2ª edição de curso sobre inteligência artificial aplicada aos negócios
seloNegócios

EXAME libera 2 mil vagas para 2ª edição de curso sobre inteligência artificial aplicada aos negócios

Há 7 horas
icon

Branded contents

ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais