Gafisa tem queda no lucro do terceiro tri e reduz meta de lançamentos

A empresa diminuiu a meta de lançamentos em 2011 para a faixa de 3,5 bilhões a 4 bilhões de reais

São Paulo - A incorporadora Gafisa teve queda superior a 50 por cento no lucro líquido do terceiro trimestre e reduziu sua projeção de lançamentos de imóveis em 2011, dentro do esforço para melhorar os resultados da companhia à frente.

"Compreendemos perfeitamente que esta estratégia pode afetar o tamanho da nossa empresa nos próximos anos. No entanto, estas são ações necessárias e acreditamos que deverão resultar em sucesso a longo prazo", afirmou o presidente da Gafisa, Duilio Calciolari.

A empresa diminuiu a meta de lançamentos em 2011 para a faixa de 3,5 bilhões a 4 bilhões de reais, contra projeção anterior de entre 5 bilhões e 5,6 bilhões de reais. Considerando o ponto médio, a diminuição é de perto de 30 por cento. Até setembro, os lançamentos somaram 2,9 bilhões de reais.

Novos projetos da marca Gafisa serão lançados apenas se a empresa tiver segurança sobre a velocidade de vendas e os empreendimentos no segmento econômico da Tenda serão realizados apenas com processo de repasse imediato para a Caixa Econômica Federal, de modo a evitar consumo de caixa da companhia.

O consumo de caixa, que atingiu seu pico no terceiro trimestre de 2010 totalizando 453 milhões de reais, foi de 56,4 milhões de reais de julho a setembro deste ano.

A companhia espera fluxo de caixa positivo durante os próximos trimestres e uma dívida líquida sobre patrimônio líquido abaixo de 60 por cento no final de 2012 --esse indicador estava em 75,3 por cento no fechamento de setembro.

Lucro encolhe -  A Gafisa teve lucro de julho a setembro de 46,2 milhões de reais, contra 116,6 milhões de reais um ano antes. O valor ficou abaixo da previsão média de seis analistas, de ganho de 101,2 milhões de reais no período, segundo pesquisa Reuters.


A receita líquida subiu 5 por cento na comparação anual, para 1 bilhão de reais nos três meses até setembro.

As despesas financeiras líquidas foram de 58,1 milhões de reais no terceiro trimestre, ante resultado financeiro negativo de 20 milhões de reais na mesma etapa de 2010. O desembolso com impostos e contribuição social atingiram 23,8 milhões de reais, mais que o dobro dos 10,5 milhões de reais um ano atrás.

A Gafisa reportou lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação ajustado (Ebitda, em inglês) de 202,2 milhões de reais no terceiro trimestre, com margem de 20,1 por cento, incluindo as provisões relacionadas aos projetos entregues com atraso.

Segundo a empresa, os ajustes na estratégia da companhia, sobretudo na Tenda, podem exigir a inclusão de provisões adicionais nos resultados do quarto trimestre --"dado que esperamos que o número de cancelamentos possa aumentar em função do elevado número de entregas".

As vendas e os lançamentos no terceiro trimestre ficaram pouco acima de 1 bilhão de reais cada, considerando a parcela da Gafisa nos empreendimentos, representando queda de 15 por cento e alta de 3 por cento, respectivamente, sobre um ano antes.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.