Acompanhe:
seloNegócios

Por protagonismo feminino, este fundo de VC vai capacitar fundadoras de startups; inscreva-se

O fundo de venture capital Astella anunciou abertura de inscrições para o AstELLAS, programa de mentorias e capacitação para fundadoras de startups

Modo escuro

Continua após a publicidade
Post it-  folha de intenções ajudou empreendedora a atingir metas (LDProd/Thinkstock)

Post it- folha de intenções ajudou empreendedora a atingir metas (LDProd/Thinkstock)

M
Maria Clara Dias

Publicado em 19 de janeiro de 2023 às, 15h55.

Última atualização em 20 de janeiro de 2023 às, 10h52.

As mulheres são parte marjoritária do empreendedorismo brasileiro. Elas estão à frente quase metade do total de pequenas empresas do país e, em 2021, somaram algo como 10,1 milhões de empreendedoras, segundo o Sebrae. O cenário, porém, não se repete no universo do empreendedorismo tecnológico.

No Brasil, as mulheres são fundadoras de apenas 4,7% das startups e scale-ups, mostra estudo do Distrito em parceria com a aceleradora B2Mamy e a Endeavor. Junto à pequena participação no ecossistema, as startups fundadas exclusivamente por mulheres também esbarram em problemas de acesso à capital. Em 2020, apenas 0,04% do capital de todo o capital risco foi destinado a startups femininas.

Para mudar esse cenário, o fundo de venture capital Astella olha para a formação técnica das líderes de tecnologia. O fundo anuncia a abertura de inscrições para o Projeto astELLAS, programa de mentorias coletivas para empreendedoras. A intenção é capacitar fundadoras de startups e ajudá-las a encurtar o caminho rumo à captação de recursos e, na ponta, diminuir a desiguldade de gênero no setor.

"Acredito que o AstELLAS será importante para o ecossistema porque promoveremos oportunidade de acesso a conhecimento e networking para acelerar o desenvolvimento das fundadoras mulheres", diz Luiza Ulysséa, VC Associate na Astella e uma das responsáveis pelo projeto. "A partir de iniciativas como essa, conseguimos, aos poucos, ir reduzindo o gap de gênero em funding tech no Brasil, para que as empreendedoras tenham mais chances de ter resultados exponenciais e isso é bom para todos: empreendedores e investidores, em geral".

Assine a EMPREENDA e receba, gratuitamente, uma série de conteúdos que vão te ajudar a impulsionar o seu negócio.

Como funciona o programa

Serão, ao todo, sete encontros semanais e gratuitos entre os meses de fevereiro e março de 2023. O propósito é apresentar conceitos e lições importantes sobre a fundação de pequenos negócios de tecnologia e também conectar fundadoras em uma rede com 40 participantes, incluindo empreendedoras bem-sucedidas que compartilharão aprendizados com o grupo.

A agenda do programa inclui cinco pilares, todos conduzidos por líderes femininas:

  • Produto
  • Preço
  • Pessoas
  • Processos
  • Pitch

Quem pode se inscrever

Podem participar do AstELLAS mulheres empreendedoras em tecnologia de empresas em estágio inicial (ideação, MVP ou que tenha captado investimento anjo/pé-seed recentemente) e com sede no Brasil. Também serão aceitas empresas com até 150.000 reais de faturamento mensal. Serão aceitas apenas fundadoras do negócio, com a limitação de apenas uma representante por empresa.

Como participar

As empreendedoras interessadas devem preencher a inscrição através deste link até o dia 27 de janeiro, às 23h59. As inscrições terão respostas — positivas ou negativas — até o dia 07 de fevereiro.

"Eu presenciei repetidas vezes grupos de tomadores de decisão compostos somente por homens na minha experiência de 20 anos em RH. Há alguns anos ajudo mulheres a desafiarem esse cenário, a fazerem contato com suas potências, terem clareza de seus gaps e se desenvolverem a partir da crença de que sua prosperidade não precisa ter teto", diz Ana Rezende, Talent Strategist na Astella.

VEJA TAMBÉM

Executivos da Companhia de Estágios criam HRtech e investem R$ 4 milhões

Órfã devido a diagnósticos errados, ela criou startup que ajuda médicos na avaliação de pacientes

Últimas Notícias

Ver mais
CEO da Uber diz que precisa reconquistar lealdade dos motoristas "todos os dias"
seloNegócios

CEO da Uber diz que precisa reconquistar lealdade dos motoristas "todos os dias"

Há 4 horas

"Novo chamado": com R$ 1 bi em receita, francesa compra negócio no Brasil para ser a TI das empresas
seloNegócios

"Novo chamado": com R$ 1 bi em receita, francesa compra negócio no Brasil para ser a TI das empresas

Há 19 horas

Jensen Huang, fundador da Nvidia, fica R$ 41,5 bilhões mais rico em menos de 24 horas
seloNegócios

Jensen Huang, fundador da Nvidia, fica R$ 41,5 bilhões mais rico em menos de 24 horas

Há 21 horas

Chega de teoria: veja, na prática, como criar um negócio do zero utilizando ferramentas de IA
seloNegócios

Chega de teoria: veja, na prática, como criar um negócio do zero utilizando ferramentas de IA

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais