Negócios

Franqueados do McDonald's pedem que CEO priorize rapidez

McDonald's anunciou na quarta-feira que o vice-presidente de marcas, Steve Easterbrook, substituirá Don Thompson como presidente-executivo


	Don Thompson: McDonald's anunciou na quarta-feira que o vice-presidente de marcas, Steve Easterbrook, substituirá Don Thompson como presidente-executivo
 (Daniel Acker/Bloomberg)

Don Thompson: McDonald's anunciou na quarta-feira que o vice-presidente de marcas, Steve Easterbrook, substituirá Don Thompson como presidente-executivo (Daniel Acker/Bloomberg)

DR

Da Redação

Publicado em 30 de janeiro de 2015 às 09h02.

Los Angeles - Os franqueados do McDonald's têm um pedido para o novo presidente-executivo da gigante de fast food --voltar ao básico. Em entrevistas, franqueados e consultores dizem esperar que o novo chefe limpe o enorme menu da rede para dar foco a hambúrgueres e batatas fritas.

O McDonald's anunciou na quarta-feira que o vice-presidente de marcas, Steve Easterbrook, substituirá Don Thompson como presidente-executivo depois de este último ter ocupado o cargo por apenas dois anos e meio.

Easterbrook, de 48 anos, promoveu uma reviravolta nas operações do McDonald's no Reino Unido, onde ele nasceu, colocando o foco de volta em hambúrgueres e polindo a percepção dos consumidores sobre a empresa, de acordo com informações da imprensa.

"Estou muito curiosa para ver se esse novo cara continuará com o que Thompson tem feito ... ou colocará algumas ideias novas. Estou muito esperançosa", disse Kathryn Slater-Carter, que opera uma das lanchonetes do McDonald's em Daly City, Califórnia.

A maior rede de fast food do mundo, com mais de 36.000 lanchonetes ao redor do globo, está lutando para atrair clientes mais jovens e mais sofisticados, que vêm buscando alimentos mais frescos e saudáveis.

Ao longo dos últimos anos, o McDonald's ampliou seu cardápio para aumentar seu apelo.

Enquanto o esforço inicialmente reforçou as vendas, os franqueados agora culpam os menus maiores pelo serviço mais devagar, e estão pedindo que a rede deixe de lado itens como McWraps.

Acompanhe tudo sobre:AlimentaçãoComércioEmpresáriosEmpresasEmpresas americanasFast foodFranquiasMcDonald'sRestaurantes

Mais de Negócios

10 franquias baratas de limpeza para empreender a partir de R$ 27 mil

A malharia gaúcha que está produzindo 1.000 cobertores por semana — todos para doar

Com novas taxas nos EUA e na mira da União Europeia, montadoras chinesas apostam no Brasil

De funcionária fabril, ela construiu um império de US$ 7,1 bilhões com telas de celular para a Apple

Mais na Exame