Fiat é investigada nos EUA por supostas vendas infladas

Estados Unidos investigam se a Fiat Chrysler teria inflado números de vendas no país

Washington - Autoridades nos EUA iniciaram uma investigação para apurar se a Fiat Chrysler estaria inflando números de vendas. Em reação à notícia, as ações da empresa tinham queda de mais de 3% na Bolsa de Milão por volta das 5h20 (de Brasília).

A denúncia de que a montadora ítalo-americana manipula dados mensais de vendas partiu de uma concessionária de veículos do Estado de Illinois, segundo fontes com conhecimento do assunto.

Em janeiro, a concessionária abriu processo contra a Fiat Chrysler, alegando que a empresa compensa financeiramente varejistas que falsificam números de vendas. Em março, a montadora classificou o processo como "sem fundamento".

A investigação contra a Fiat Chrysler está sendo conduzida pelo Departamento de Justiça dos EUA e pela Securities and Exchange Commission (SEC, a comissão de valores mobiliários do país).

Ontem, a Fiat afirmou que está colaborando com a investigação e ressaltou que seus resultados financeiros anuais e trimestrais são atrelados a entregas de veículos para concessionárias, e não a vendas para consumidores finais.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.