Ele largou a faculdade e virou o bilionário mais jovem do mundo

O irlandês John Collison, de 27 anos, é o bilionário mais jovem do mundo. E ele largou um curso em Harvard.

São Paulo – O empreendedor irlandês John Collison, de 27 anos, é o bilionário mais jovem do mundo, se considerados apenas os endinheirados que fizeram a própria fortuna (e não os herdeiros, por exemplo). Ele é dono de uma montanha de dinheiro estimada em 1,1 bilhão de dólares (ou cerca de 3,5 bilhões de reais), segundo a Forbes.

Tanto dinheiro vem do sucesso da empresa que John fundou com seu irmão, Patrick Collison, com 29 anos de idade e dono de uma fortuna igual. Estamos falando da Stripe, empresa que produz softwares para sistemas de pagamento online.

Apesar de pouco conhecido do público em geral, o negócio é investido por nomes de peso como Elon Musk, da Tesla, e Peter Thiel, fudador do PayPal. No mercado desde 2011, hoje a Stripe vale nada menos que 9 bilhões de dólares.

Mas não espere encontrar um jovem de hábitos caros e excêntricos ao cruzar com John Collison pelas ruas de São Francisco, onde está baseada sua empresa.

Em entrevista à BBC, quando questionado sobre como é viver com tanto dinheiro sendo tão jovem, John respondeu. “As pessoas me perguntam muito sobre isso agora, e eu sinto que elas sempre querem um reposta realmente interessante – mas eu não tenho para dizer a elas.”

“As pessoas me perguntam ‘Como sua vida mudou?’. Elas esperam que eu tenha adquirido novos hobby inusitados, como colecionar ovos de ouro ou praticar corrida de iate”, disse.

Os irmãos Collison nasceram na pequena vila rural irlandesa de Country Tipperary. Na hora de cursar uma faculdade, a dupla decidiu expandir os horizontes. Patrick foi estudar no MIT (Massachusetts Institute of Technology), e John foi para Harvard.

Mas a vida de universitários conflitou com o início do negócio, que se mostrava promissor, e os irmãos optaram por deixar os cursos para instalar a Stripe no Vale do Silício. Com uma conta bancária bilionária, parece ter sido a decisão correta.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.