PDG Realty pede recuperação judicial após se afogar em dívidas

Empresa afirmou que decisão foi tomada porque o acordo de reestruturação de dívidas celebrado com os bancos não surtiu o efeito esperado

São Paulo - A PDG Realty vai entrar nesta quarta-feira com pedido de recuperação judicial perante a Comarca da Capital do Estado de São Paulo, segundo fato relevante da construtora e incorporadora divulgado nesta manhã.

De acordo com o documento, a decisão foi tomada porque o acordo de reestruturação de dívidas celebrado com os bancos -que previa prorrogação de pagamentos de juros e amortização de principal, além de novo financiamento para cobrir despesas gerais e administrativas - não surtiu o efeito esperado.

"O Grupo PDG continuou a enfrentar sérias dificuldades na gestão e continuidade de seus empreendimentos imobiliários", disse a empresa. Por isso, o conselho de administração da PDG concluiu que o ajuizamento da recuperação judicial é a "medida mais adequada" neste momento.

Ainda segundo o fato relevante, uma Assembleia Geral Extraordinária foi convocada para ratificação do pedido.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.