BRF encerra 2020 com lucro de R$ 1,4 bilhão

No quarto trimestre, a receita líquida foi de 11,4 bilhões de reais, o lucro líquido de 902 milhões de reais
Sadia: quanto à produção, a BRF vendeu 2 milhões 321 mil toneladas de alimentos (Germano Lüders/Exame)
Sadia: quanto à produção, a BRF vendeu 2 milhões 321 mil toneladas de alimentos (Germano Lüders/Exame)
V
Victor SenaPublicado em 25/02/2021 às 22:35.

A BRF, dona de marcas como Sadia e Perdigão, encerrou 2020 com um lucro líquido de 1,4 bilhão de reais, EBITDA ajustado de 5,.2 bilhões de reais e receita de 39 bilhões. Em 2019, a receita havia sido de 33 bilhões.

Quanto ao EBITDA ajustado, o valor representada o dobro do que era em 2018, momento em que a companhia não estava bem financeiramente.

No quarto trimestre, a receita líquida foi de 11,4 bilhões de reais, o lucro líquido de 902 milhões de reais.

Quanto à produção, a BRF vendeu 2 milhões 321 mil toneladas de alimentos, a maior parte composta por processados. Eles correspondem por cerca de 70% desse montante gigantesco de alimentos. Logo depois vêm as aves em natura e depois os frangos.