Negócios

Bilionários brasileiros perdem US$ 7 bilhões em patrimônio em julho

Somente os três fundadores da Ambev (Jorge Paulo Lemann, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira) são os responsáveis pela perda de US$ 1 bilhão

 (Reprodução/Thinkstock)

(Reprodução/Thinkstock)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 12 de julho de 2021 às 19h44.

A Forbes Brasil estima que os 67 bilionários brasileiros tenham perdido US$ 7 bilhões entre os dias 1º e 9 de julho. Somente os três fundadores da Ambev (Jorge Paulo Lemann, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira) são os responsáveis pela perda de US$ 1 bilhão.

A soma total das fortunas caiu de US$ 251,8 bilhões para US$ 244,8 bilhões. A revista leva em consideração o patrimônio dos bilionários brasileiros e a participação deles em empresas listadas em bolsa de valores. O valor total das fortunas reflete a variação do preço das ações no mês de julho.

Lemann viu sua fortuna diminuir de US$ 19,5 bilhões para US$ 18 9 bilhões durante o período analisado. O patrimônio de Telles caiu de US$ 13 bilhões para US$ 12,6 bilhões; e a de Sicupira foi de US$ 10 para US$ 9,7 bilhões.

á os herdeiros do banqueiro Joseph Safra perderam US$ 600 milhões. Com isso, o patrimônio de Vicky Safra e seus quatro filhos é de US$ 15,5 bilhões, segundo a Forbes.

Também de acordo com a revista, o fundador da Rede D'Or, o cardiologista Jorge Moll Filho perdeu US$ 400 milhões.

Rearranjo

Na semana passada, Lemann perdeu o posto de brasileiro mais rico para Eduardo Saverin, cofundador do Facebook. Saverin tem uma fortuna estimada em US$ 19,4 bilhões e está listado na 95ª posição no ranking global. A mudança vem depois de o Facebook ter atingido US$ 1 trilhão em valor de mercado, na semana retrasada.

Quais são as tendências entre as maiores empresas do Brasil e do mundo? Assine a EXAME e saiba mais.

Acompanhe tudo sobre:BilionáriosBilionários brasileirosCarlos Alberto SicupiraJorge Paulo LemannListas da Forbes

Mais de Negócios

Anderson Silva fará última luta em solo brasileiro neste sábado; veja como acompanhar

Já reiniciou? Após mais de R$ 22 mi, startup do 'modem inteligente' começa a operar fora do país

Franquia ou um negócio próprio: qual compensa mais? Especialista tem a resposta

Como uma startup organizou uma vaquinha de R$ 76 milhões para o Rio Grande do Sul

Mais na Exame