BID aprova empréstimo de US$276,05 mi para Celesc-D

A expectativa é que a implementação do programa de investimento aumente a capacidade da concessionária de atender a demanda para 2022
Celesc: o empréstimo concedido à distribuidora será utilizado em diversas obras, disse o banco (foto/Divulgação)
Celesc: o empréstimo concedido à distribuidora será utilizado em diversas obras, disse o banco (foto/Divulgação)
L
Laís Martins, da ReutersPublicado em 24/11/2017 às 16:34.

São Paulo - O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou um empréstimo de investimento para a Centrais Elétricas de Santa Catarina Distribuição (Celesc-D) no valor de 276,05 milhões de dólares, informou o banco em nota.

"O objetivo do programa é ajudar a aumentar a produtividade em todo o Estado por meio de um fornecimento de energia elétrica mais confiável e com mais qualidade", disse o BID.

O empréstimo concedido à distribuidora será utilizado em diversas obras, disse o banco.

A expectativa é que a implementação do programa de investimento aumente a capacidade da concessionária de atender a demanda projetada para 2022, de 28.270 GWh, reduzindo o número de subestações sobrecarregadas e melhorando os indicadores de continuidade no serviço até os limites regulatórios estabelecidos em seu contrato de concessão.

O empréstimo tem prazo de 25 anos, incluindo um período de carência de 5,5 anos, com taxa de juros baseada na LIBOR, e é financiado por meio do Capital Ordinário do BID.

Sob o programa, a Celesc-D oferecerá uma contribuição de contrapartida de 101,2 milhões de dólares, informou a nota.